Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT
Anúncio 01

Últimas Notícias

Julio Gobato - piloto
A família dos ocupantes do avião monomotor modelo Paradise P1, prefixo PU-MMT, que caiu na mata no interior do município de Juara, no sábado, 09 de dezembro, acaba de entrar em contato com a redação do Show de Notícias, informando que os homens da FAB, que estão trabalhando nas buscas, chegaram até a aeronave, mas, infelizmente, não há sobreviventes.

Também não temos mais detalhes com relação a posição que os corpos se estavam, se dentro ou fora da aeronave, mas a confirmação é que estava todos mortos.

Também não se pode afirmar como foi a morte, porém, a família está nesse momento, na Funerária Bom Jesus, de Juara, para contratar o translado dos corpos, que serão levados para Juína, onde serão periciados por peritos da Politec.

As ultimas notícias de hoje, repassadas ao Show de Notícias, pelo Major Neto, comandante do Corpo de Bombeiros de Juína, era a seguinte:
A FAB – Força Aérea Brasileira – deve resgatar na manhã dessa quarta-feira, 13 de dezembro, os ocupantes do avião Paradise P1, prefixo PU-MMT, que caiu sábado, 09 de dezembro, em uma região de mata no interior do município de Juara.

Na aeronave estavam o piloto e proprietário do avião, Leandro Ferreira Pascoal, sua esposa Franciele Riceto Pascoal e o filhinho do casal, o pequeno Felipe.

Segundo o Major Neto, o comandante da operação realizada pela FAB, disse a ele, que uma aeronave da Força Aérea Brasileira, sobrevoou o local na tarde de ontem e dois paraquedistas, especialistas nesse tipo de resgate, desceram de paraquedas em uma clareira, que fica a 400 metros o avião, onde passaram a noite, para iniciar as primeiras investigações na manhã de hoje.

Uma base do Corpo de Bombeiros de Juína, foi montada na cidade de Juruena e uma equipe de médicos estava preparada na cidade de Juína, para possível resgate de sobreviventes.

A esperança é muito grande e logo mais teremos novas informações.

Fonte: Show de Notícias - Aparicio Cardozo

Infelizmente, todos os três ocupantes – um homem, uma mulher e uma criança – foram encontrados sem vida. No momento, os militares da FAB trabalham no resgate das vítimas.

   A equipe de resgate da Força Aérea Brasileira (FAB), com apoio do Corpo de Bombeiros de Juína, localizou na manhã desta quarta-feira (13/12) os ocupantes da aeronave monomotor Pardadise P1, prefixo PU-MMT, que estava desaparecida desde sábado (09/12), entre os municípios de Juruena e Juara.

   De acordo com informações repassadas pela FAB em seu site oficial o piloto o três ocupantes da aeronave, Leandro Ferreira Pascoal, a esposa Franciele Riceto Pascoal e o filho do casal, um garotinho de apenas um ano e sete meses de idade, foram encontrados mortos dentro da aeronave.

Veja abaixo a NOTA OFICIAL:
O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informa que na manhã desta quarta-feira (13/12), por volta das 10h30 (HBV) e após percorrer trajeto de mata fechada, as equipes de resgate da FAB chegaram aos destroços da aeronave PU-MMT, acidentada no estado do Mato Grosso no último sábado (09/12).
Infelizmente, todos os três ocupantes – um homem, uma mulher e uma criança – foram encontrados sem vida. No momento, os militares da FAB trabalham no resgate das vítimas.
Brasília, 13 de dezembro de 2017.
Brigadeiro do Ar Antonio Ramirez Lorenzo
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica
Fonte: Jna notícias com assessoria

matou o sogro e fugiuUm rapaz de 28 anos assassinou a tiros o sogro e baleou a cunhada durante uma discussão no domingo (10), no assentamento Alto da Serra em Castanheira, a 780 km de Cuiabá, segundo a Polícia Militar. Conforme a polícia, Renê Valois Araújo agredia a mulher constantemente e a família não aceitava a forma violenta como ele tratava a vítima.

A Polícia Militar foi informada por meio de uma denúncia que o jovem estava atirando dentro de casa, com uma espingarda de calibre 22.

Durante uma discussão, o sogro dele, Ademir Julião Siqueira, de 42 anos, foi baleado e morreu no local. A cunhada, que mora na residência, foi atingida no lado esquerdo do peito e socorrida pelos vizinhos, que a levaram ao hospital.

A polícia encontrou no local a espingarda usada no crime e 94 munições, que estavam dentro do guarda roupa. A mãe da adolescente, Maria Lúcia de Souza Abreu, informou que Rene agredia a filha e a ameaçava de morte.

Depois da discussão, Renê fugiu do local em um veículo utilitário e ainda não foi encontrado. A Polícia Civil está investigando o crime e tenta localizá-lo.

Fonte: G1/MT

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.