Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Em alguns municípios a redução foi superior a 80%; em Barra do Garças não houve nenhum homicídio no mês de janeiro

Mato Grosso registrou queda de 26% em homicídio no mês de janeiro deste ano. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). O percentual de redução considera dados estatísticos das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp’s), que abrange141 cidades.

Em alguns municípios a redução foi superior a 80%, a exemplo de Tangará da Serra (242 km de Cuiabá), que fechou o mês de janeiro de 2017 com dois homicídios, enquanto que no mesmo período de 2016 foram 11.

Outras regiões que registraram queda nos homicídios foram: Cuiabá (-32%), Várzea Grande (-60%), Cáceres (-67%), Alta Floresta (-71%), Vila Rica (-20%) e Nova Mutum (-33%).

O secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, destacou que as ações de inteligência e análise criminal tem possibilitado atuações qualificadas em todo o Estado.

“A ação técnico-operacional ficou mais eficiente por conta das ferramentas que nós temos, dos investimentos do Governo do Estado e do comprometimento dos nossos profissionais”, apontou.

Já o município de Barra do Garças (a 516 km de Cuiabá), não houve registro de homicídio. Enquanto que no mesmo período do ano passado foram dois.

O comandante regional de Tangará da Serra, tenente-coronel PM Wesney de Castro Sodré, atribuiu o bom resultado às ações integradas que são desenvolvidas pelas forças de segurança.

“É a continuidade de várias ações de segurança pública. Hoje trabalhamos integrados e dispomos do serviço de inteligência para monitorar os locais com mais incidência de crime e atacar para a diminuição da criminalidade”, ressaltou.

Ainda segundo destacou o comandante, a aproximação das forças policiais com a comunidade resultou em um melhor resultado. “A sociedade tem contribuído com denúncias e nossa tropa se faz presente com as lideranças comunitárias”.

Além de Tangará da Serra, fazem parte da Região Integrada de Segurança Pública, os municípios de Barra do Bugres, Brasnorte, Campo Novo Parecis, Denise, Nova Olímpia, Porto Estrela e Sapezal.

As regiões de Rondonópolis, Primavera do Leste e Água Boa, mantiveram o mesmo percentual de homicídios ao registrado no ano de 2015, sendo 16, 2 e 1, respectivamente, por município.

Aumentos

Os dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública apontam ainda, que em algumas regiões houve aumentos de homicídios, a exemplo de Juína, Sinop e Pontes e Lacerda.

A região de Juína registrou oito homicídios em janeiro de 2017. No mesmo período do ano passado foram seis. O aumento foi de 33%.

O comandante regional do município, tenente-coronel PM Eduardo Henrique de Souza, disse que ações para o combate ao crime são realizadas permanentemente integrados com a Polícia Judiciária Civil.

“Vamos refazer o planejamento e entender de que forma ocorreram os crimes para segurança pública agir e buscar diminuição dos índices”.

Fazem parte da Região Integrada de Segurança Pública de Juína (a 737 km de Cuiabá), os municípios de Aripuanã, Castanheira, Colniza, Cotriguaçu, Juara, Juruena, Novo Horizonte do Norte, Porto dos Gaúchos, Tabaporã.

Fonte:SESP MT 
Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.