Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT



Segundo o presidente da ALMT, Eduardo Botelho, ele não leu o nome de todos os homenageados e deputados votaram sem saber


Foto Andréa Lobo-CMT


A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) cancelou o título de “Cidadão Mato-grossense” concedido pelo deputado Valdir Barranco (PT) ao ex-presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, também do PT.
A atitude de conceder o título de “Cidadão Mato-grossense” ao ex-presidente causou muita polêmica na sociedade. Alguns demonstraram posicionamento contra e outros favoráveis. O Movimento Brasil Livre (MBL) repudiou a iniciativa.  
Junto com a honraria a Lula, foram cancelados todos os títulos concedidos naquele dia. O motivo segundo o presidente da ALMT, Eduardo Botelho (PSB), é que ele cometeu um erro ao não ler o nome de todos os homenageados.
“O deputado Daltinho (Adalto de Freitas) pediu para cancelar os títulos que foram concedidos naquele dia. Devida a pressa que nós estávamos, eu não li todos os nomes. Fiz um resumo e acabaram aprovando. Os deputados realmente não tinham visto o nome do Lula”, explicou Botelho.
O presidente da ALMT afirmou ainda que um lote de títulos concedidos pelo deputado Valdir Barranco já foram colocados para votação e aprovados, exceto a honraria concedida ao ex-presidente, que é réu na Operação Lava Jato.
“Eu não vou colocar mais em votação. Depende do [Valdir] Barranco, se ele decidir reapresentar o projeto. Por enquanto está cancelado, Se ele decidir reapresentar ai nós vamos fazer a votação”, disse o parlamentar.
Botelho afirmou ainda que não vê motivos para a não concessão do título a Lula e que ele tem “seus méritos para Mato Grosso”. Botelho disse também, que caso a propositura seja colocada novamente em votação, será “mais clara”, para que todo mundo possa decidir se dá ou não o título. 
Fonte: Circuito MT
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.