Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar DiretoFoto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto
A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (24) o estudante Emerson Fernandes Pedroso, que publicou um vídeo no facebook no último dia 18 com imagens de zoofilia contra uma cadela, que segundo ele foi encontrada na rua. Ele foi indiciado por maus tratos de animais e associação criminosa e se apresentou na tarde desta segunda-feira à Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema). Ele prestou depoimento por mais de duas horas.

 
Emerson chegou à delegacia em um veículo com duas marcas de bala. Ele afirma que tem sofrido ataques desde que as imagens de maus tratos se espalharam. Além dos tiros, o estudante teve sua casa invadida e saqueada e tem sido alvo de todo tipo de ataques virtuais, por meio das redes sociais. A polícia ainda não conseguiu encontrar o animal agredido no vídeo. Havia a suspeita de que o cachorro fosse de estimação do estudante e que ele pudesse ter se livrado do animal, mas o rapaz alegou à polícia que o bicho que aparece nas imagens não era dele e havia sido encontrado na rua.
 
O rapaz chegou à Dema no final da tarde desta segunda acompanhado de seu advogado e seus pais. Ele aguardou a chegada do delegado Gianmarco Paccola Capoani para depor. Os esclarecimentos só se encerraram após as 21h40. A prisão de Pedroso é temporária para os próximos cinco dias. Encerrado o depoimento, ele foi encaminhado para o sistema prisional. A publicação do vídeo foi feita no último dia 18 e desde então Emerson não havia sido localizado. Pesa ainda sobre ele a suspeita de ser membro de um grupo de zoófilos. O vídeo causou revolta na sociedade e em diversas Organizações Não-Governamentais (Ongs) de proteção aos animais. Segundo a Polícia Civil, o suspeito tem quatro cães, dos quais dois já foram resgatados.

Os dois cães apreendidos, uma fêmea e outro macho, estavam sob os cuidados de uma pessoa, amiga da família do envolvido, que após saber das diligências ininterruptas realizadas pela Polícia Civil durante todo o feriado de sexta-feira (21) e sábado, para apreender os animais, entrou em contato com os policiais para entregar os cachorros. "Identificamos essa pessoa. Diligenciamos até o endereço dela no Pedra 90, mas não a encontramos. Ao saber que estávamos a sua procura, ela entrou em contato com os policiais e negociamos a entrega dos animais. Ela foi ouvida no sábado à noite", explicou o delegado Gianmarco Paccola Capoani.
Os animais foram entregues, na Dema, ao delegado Gianmarco Paccola Capoani, que na quinta-feira (20), entrou com pedido de prisão temporária contra Emerson Fernandes Pedroso, ponderando na representação a repercussão social das "cenas criminosas filmadas pelo próprio indiciado e publicadas posteriormente nas redes sociais, que geraram repugnância maciça na sociedade", inclusive extrapolando os limites locais. "Trata-se um fato que abalou o sentimento social, e certamente, além das questões criminais aqui investigadas, é certo que deverá haver paralelamente sanções de reparação de dano extrapatrimonial ambiental", disse o delegado.
Lázaro Thor/Olhar Direto
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.