Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A proposta ganhou grande repercussão na imprensa local e nas redes sociais, fazendo com que a população se mobilizasse, dezenas de pessoas lotaram o plenário da câmara para acompanhar as discussões e se manifestar contra a aprovação do projeto.

Na noite da última segunda-feira, durante a sessão ordinária da câmara municipal de Juína o projeto 09/2017, considerado polêmico, foi retirado de tramitação após requerimento enviado pelo prefeito Altir Peruzzo (o autor do projeto) à câmara municipal, que em plenário referendou por unanimidade a retirada da proposição.

O projeto de autoria do executivo tramitava na casa de leis desde fevereiro, na sua redação a matéria transferia a obrigatoriedade do pagamento do ISSQN (imposto sobre serviços de qualquer natureza) dos serviços cartorários para o cidadão, acrescentando 4% ao valor dos serviços, contrariando a legislação tributária que prevê que o imposto sobre serviços deve ser pago pelo prestador.

A proposta ganhou grande repercussão na imprensa local e nas redes sociais, fazendo com que a população se mobilizasse, dezenas de pessoas lotaram o plenário da câmara para acompanhar as discussões e se manifestar contra a aprovação do projeto, que acabou sendo retirado de tramitação devido a pressão popular.

O líder do prefeito em seu discurso, ao defender a retirada do projeto sob a justificativa de demanda judicial, teceu criticas a imprensa local. Alguns vereadores foram vaiados pela população que lotou a galeria. Os vereadores Ivo Pedro, Tonhão do Rancho e Wilson Locatelli se pronunciaram em defesa da população, declarando posição contrária ao projeto.

Confira o momento em que o projeto é retirado de tramitação:

Fonte: Jna notícias
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.