Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O custo médio da construção civil avançou 6,08% nos últimos 12 meses em Mato Grosso, com valor do metro quadrado (m2) de R$ 1.047,47 em maio. Entre os itens necessários para as obras, o que mais pesou foram os materiais, que representam R$ 563,79 (m2), ou 53,8% da despesa. Já a mão de obra teve preço médio de R$ 483,68 (m2).
Os dados são do Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), levantados mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgados nesta sexta-feira (9). Entre os 2 itens da construção civil, a mão de obra foi o que mais encareceu em 1 ano. Em maio de 2016, a despesa era de R$ 441,58. A alta foi de 9,53% no período, chegando aos 483,68 atuais. O custo do metro quadrado do material para construção também ficou mais caro e avançou 3,3% em 1 ano, saindo de R$ 545,77 em 2016 para R$ 563,79 no mês passado.
De acordo com Antônio Vicente de Arruda, proprietá- rio de uma loja de materiais de construção em Cuiabá, a alta não atingiu todos os produtos. “Alguns materiais, inclusive, baixaram no período. Houve o reajuste inflacionário e materiais que têm itens importados na matéria -prima subiram mais, em torno de 6%, assim como a madeira. Acredito que o aumento foi influenciado pelo custo do dólar. Já o cimento e o tijolo, por exemplo, estão mais baratos”, aponta. A dona de casa Francismeire Bertúlio está com a casa em obras.
Ela informa que está construindo uma suíte e uma área no quintal e que a ampliação da casa está saindo mais cara do que imaginava. “Achei que os materiais de construção estão supercaros. No tijolo mesmo paguei R$ 570 o milheiro. Madeira e materiais de acabamento são os mais caros”. Ela aponta que para economizar fez pesquisa de preço da mão de obra. “O pedreiro eu pesquisei e encontrei mais em conta. Com ele estou gastando menos do que com o material de construção”. 
Fonte:A Gazeta
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.