Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: r
Gestão Escolar Democrática, Boas Práticas, Transformar o Mundo...Brincando, Acontece em Todo Lugar são os temas que vão nortear o 6º Encontro Estadual do Programa A União Faz a Vida, que será realizado em Cuiabá nesta quarta (28) e quinta (29), no hotel Gran Odara.
O programa é a principal iniciativa de responsabilidade social do Sistema Sicredi, cujo objetivo é a vivência dos princípios de cooperação e cidadania, por meio de práticas de educação cooperativa, contribuindo com a educação integral de crianças e adolescentes. Em 2017, o programa completa 22 anos.
Em Mato Grosso, o Programa A União Faz a Vida é desenvolvido por oito cooperativas e atende 23 municípios, sendo que em outros três está ocorrendo a articulação para a implantação do Programa. Cerca de 70 mil crianças e adolescentes são atendidos, através do envolvimento de 3.743 educadores de 221 escolas, que juntas, contabilizam a realização de 2.196 projetos. Ao todo são mais de 50 apoiadores.
Para celebrar a grandiosidade deste programa e marcar mais um ano de realizações e de novos projetos, a Central Sicredi Centro Norte realiza a 6ª edição do Encontro Estadual em Cuiabá, promovendo a reunião e a integração da rede de compromisso do programa. O evento será realizado em dois dias e o tema deste ano é “Um Espetáculo de Programa”, que pretende mostrar que cada agente desta rede é um instrumento que colabora para que o programa A União Faz a Vida seja um verdadeiro espetáculo de cooperação e cidadania, por meio da educação. Afinal, educar também é uma arte.
Na noite do dia 28, o coquetel de abertura terá a palestra “Gerenciamento de Mudanças – Educação & Carreira”, por Max Gehringer, administrador de empresas, comentarista do programa Fantástico, da Rede Globo, e da rádio CBN. Ele é autor de vários livros como “Comédia Corporativa”, “Emprego de A a Z” e “Aprenda a Ser Chefe”.
Fernando Martins
Jo�o Spenthof
Presidente da Sicredi Centro Norte, João Spenthof destaca ação de responsabilidade social
São esperadas cerca de 350 pessoas, entre educadores, secretários municipais de Educação e apoiadores, além de representantes do Sistema Sicredi na região, diretores e acreditadores. Também será feita uma homenagem das cooperativas aos secretários de Educação e aos facilitadores, que receberão um troféu representando por uma miniviola de cocho, que é símbolo da cultura regional.
Na quinta, o público está estimado em 550 convidados, incluindo mais 200 professores, que ao longo de todo o dia assistirão a uma série de palestras de profissionais renomados na educação brasileira, uma oportunidade de conhecimento e aprendizado para os agentes fomentadores da cooperação e da cidadania nas instituições de ensino.
O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Carlos Spenthof, reforça que esta é a maior iniciativa de responsabilidade social do Sistema Sicredi e que gera números cada vez mais preciosos para a região. “Mas, os resultados de nossos esforços não estão só nos números. Está também no protagonismo de cada jovem que entende seu papel na sociedade e cresce consciente de seu valor e de suas capacidades”.
Ele acrescenta ainda que os reflexos disso são sentidos no dia a dia da sociedade, que ganha cidadãos mais bem preparados para fazer a diferença na sua cidade. “Entre os resultados estão também a oportunidade de esses jovens atuarem de forma mais igualitária no mercado de trabalho, transformando para melhor os seus destinos”.
A gerente da Fundação Sicredi, Cristiane Nogueira do Amaral, ressalta que contribuir para a construção de um mundo melhor por meio da educação cooperativa é uma preocupação constante do Sicredi, que vai além do ambiente das cooperativas e ganha as comunidades onde estão presentes. “Entendemos que a educação, um dos princípios universais do cooperativismo, é uma maneira eficiente de promovermos a cooperação, a cidadania e uma postura empreendedora entre crianças e jovens. Para colocar este objetivo em prática, o Sicredi desenvolveu, há 22 anos, o Programa A União Faz a Vida, que estimula o protagonismo dos estudantes por meio de projetos cooperativos”, diz emendando que, “investir em educação é investir no desenvolvimento das comunidades onde estamos inseridos”. Redação RDnews (Com Assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.