Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: Fórum Teles Pires/Juliana Rosa Pesqueira)Foto: Fórum Teles Pires/Juliana Rosa Pesqueira)
Os índios que ocuparam o canteiro de obras da usina São Manoel, podem cessar o movimento a partir da chegada do presidente da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas. A chegada dele era prevista para esta quarta-feira, 19 de julho, mas ao final da manhã representantes Kayabis informaram que o líder maior da Fundação Indígena só chegaria na manhã desta quinta-feira no aeroporto de Alta Floresta de onde se deslocaria diretamente para o canteiro de obras onde há a manifestação.

Na ocasião os representantes Munduruku e ainda das etnias Kayabi e Apiaka deverão ter uma audiência com o presidente Franklimberg e cobrar mais atenção por parte do governo federal no sentido de assegurarem várias reivindicações como demarcações de áreas, a realização de uma audiência pública para esclarecimento e pedido formal de desculpas ao ‘povo mundurucu pelas destruições de lugares sagrados’. “Nós somos os maiores prejudicados.
As cidades de Paranaíta e de Jacareacanga ganham benefícios - royalties -, mas e o índio, que mora na terra, toma daquela água, que é o o mais afetado, não ganham praticamente nada, só alguns cursos, algumas coisas”, reclamou Juvenildo, filho de Kayabi e Munduruku.
“A gente que vive lá é que sofre mais”, resumiu Juvenildo dizendo que a poluição da água, desaparecimento de espécies animais, de peixes, destruição das florestas e outros impactos são irreparáveis. “Vamos aguardar a chegada do chefe da Funai e as reivindicações serão entregues a eles, mas queremos uma resposta e providência, pois até agora com essas usinas só estamos sendo prejudicados”, analisou.

O manifesto indígena no canteiro de obras da São Manoel é pacífico. Não houve qualquer registro ou pelo menos informação de desentendimento e muito menos de pessoas feridas. Os Munduruku no entanto, que buscam principalmente garantir a preservação de suas culturas e locais sagrados, prometem continuar o movimento caso não sejam atendidos.
Fonte: Jornal da Cidade
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.