Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) disponibilizou na última semana os dados do abate de bovinos no Estado em julho. Conforme o relatório, foram abatidas 439,27 mil cabeças, aumento de 9,52% em comparação a junho deste ano. De acordo com o órgão, esta foi a maior quantidade de animais abatidos em um mês desde janeiro de 2015.
Dentre as categorias, segundo o Indea, houve incremento tanto no número de machos abatidos quanto na quantidade de fêmeas, ainda assim, as faixas etárias que se destacam no abate deste mês são os machos entre 12 e 24 meses e os com idade entre 24 e 36 meses, que registraram evolução mensal de 75,49% e 13,46%, respectivamente.
Para o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em boletim divulgado nesta segunda-feira (7), a presença em maior quantidade de bovinos machos e jovens se dá “devido à intensificação das entregas dos animais advindos de confinamento, e, caso se repita a série histórica, tal cenário deve se prolongar até o mês de dezembro, quando a estação seca tem seu fim definitivo”.
Fonte: Só Notícias/Agronotícias (foto: Rodolfo Oliveira)
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.