Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

 Foto por: Sub-Tenente Arilson  

Augusto Pereira 

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Colniza, em monitoramento na BR 174, se deparou com um incêndio florestal de grande proporção. O monitoramento é realizado em parceria a Polícia Militar da cidade. Ao perceber o incêndio a equipe integrada rapidamente se deslocou até próximo do local, onde encontrou sitiantes que relataram que o fogo sem controle era em uma propriedade de um agricultor chamado Pedro, e que todos os anos este homem queimava sem cuidados no período proibitivo.Ao chegar ao local, em uma estrada dentro da propriedade, encontraram o suspeito. Ao ver a viatura ele se desfez de um recipiente que foi encontrado pela guarnição após uma busca. No recipiente havia gasolina utilizada para a queimada ilegal. Com as provas obtidas, foi dada a voz de prisão em flagrante do dono da propriedade. O preso foi conduzido ao município de Colniza pela PM para tomar a medidas cabíveis. Em Colniza três pessoas já foram presas pela ação ilegal de queimada no período proibitivo. A pena para queimadas ilegais pode variar de multa à prisão. O tempo de detenção e o valor da multa é equivalente aos danos causados ao meio ambiente e às propriedades vizinhas.

Pelo estado acontecem diversas ações para coibir os incêndios florestais. Na reserva extrativista Guariba Roosevelt (a 180 km da sede do município) foi realizada a Operação Presença, no Araguaia a operação Abafa Araguaia realizou uma intensa fiscalização e o combate ao incêndio no Parque Estadual do Araguaia. As ações integradas com as forças de segurança tem marcado a presença do Estado nas regiões distantes da capital e reduzido o número de focos de calor acima da redução dos focos de calor no Brasil.

 





Fonte: CBMMT
Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.