Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O andamento da colheita de milho e algodão, aliado a grande oferta de soja no mercado, têm impactado os preços dessas commodities e seus subprodutos, proporcionado uma dieta mais barata ao rebanho leiteiro em Mato Grosso. A constatação é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).
Os analistas apontam que a suplementação animal é um componente muito importante na produção de leite e este item desfruta de considerável participação no custo da atividade leiteira, variando entre 40 e 60% do custo total. Para os especialistas, o período seco pode fazer com que o produtor procure suplementação a pasto, tendo em vista que a pastagem perde sua qualidade devido à deficiência hídrica.
Com tal cenário em vista, o Imea destaca que, de maio a junho deste ano, a saca do milho desvalorizou 18,1%, e a tonelada do caroço de algodão e do farelo de soja, recuou 18,7% e 1,79%, respectivamente. “Desta forma, com a dieta mais em conta, o produtor pode mitigar os impactos da seca sobre sua produção, contudo, deve-se analisar os custos de produção para esta suplementação”.
Fonte:Só Notícias/Agronotícias (foto: assessoria/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.