Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Jornal Nacional apresentou hoje (24) vídeos que mostram políticos supostamente recebendo propina paga pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB). As gravações estão nos autos da delação premiada homologada pelo STF. Foram mostrados no vídeo o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, os à época deputados estaduais Ezequiel Fonseca (PP) – hoje deputado federal, Jota Barreto (PR), Luciane Bezerra (PSB) – hoje prefeita de Juara, e Alexandre César (PT).
Quando pegava sua parte do dinheiro de Emanuel chega a cair no chão e ele junta.
Os vídeos que integram a delação de Silval foram gravados na sala do ex-chefe de Gabinete Sílvio Corrêa, homem de confiança do peemedebista, que também se tornou delator dos esquemas de corrupção que existam no Governo do Estado. Ainda existe a expectativa que outros parlamentares e ex-parlamentares que não apareceram na reportagem tenham sido filmados recebendo propina. 
As gravações fazem parte dos 21 anexos da delação de Silval que foram homologados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux. Em entrevista, o magistrado classificou o conteúdo como monstruoso e disse se tratar do maior escândalo depois da Lava Jato.
Outro lado
Ao jornal, Emanuel  disse que não fez nada ilícito e que vai comprovar isso na justiça. Oscar Bezerra, deputado estadual e marido de Luciane, afirma que a esposa recebeu dinheiro para quitar dívidas de campanha. O advogado de Silvio Correa disse que não poderia comentar, pois a delação está sob sigilo. Os demais citados não foram localizados.
Fonte:Valérya Próspero, Jacques Gosch e Patrícia Sanches/RD News
Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.