Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A calvície feminina é um processo de rarefação e perda dos cabelos devido ao afinamento progressivo dos fios determinado geneticamente. É o mesmo que ocorre nos homens, nos quais é mais frequente e mais evidente devido ao padrão da perda: Nos homens vão ocorrendo as “entradas” nas laterais da cabeça e a perda na região occipital, até que tudo se emenda, nas fases finais da calvície. Nas mulheres, geralmente, a perda é difusa, os cabelos vão ficando finos até atrofia completa e consequente falhas e espaçamento dos pelos.

Ela pode ocorrer por herança familiar, por parte do pai da mãe ou por pessoas da família, como tios e avós.O que acarreta essa alteração dos fios dos cabelos é o efeito da testosterona, mais especificamente seu derivado, o DHT dehidrotestosterona formada pela ação da enzima 5 alfa redutase.

A influência hormonal é fator importante para os cabelos. Observamos uma piora da calvície na mulher após a menopausa, e em mulheres com ovários policísticos, e que fazem tratamento com alguns hormônios.Mesmo sendo uma predisposição genética a calvície é passível de tratamento.

É muito importante a procura de um médico especialista o mais breve possível para investigar a causa da queda dos cabelos e instituir o tratamento precoce.

O que geralmente traz um mal resultado e avanço da calvície é uma busca por tratamentos não convencionais, supostamente milagrosos, de profissionais não preparados para fazer o diagnóstico e recomendar a medicação adequada e, consequentemente, quando procuram um médico dermatologista o quadro clínico já está avançado e muitas vezes é irreversível.

  • Fonte: Da redação
Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.