Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Um caminhão de lixo da Prefeitura de Poconé pegou fogo no aterro sanitário do município, na última sexta (8), por volta das 21h. No mesmo dia, as quatro rodas de um veículo oficial da secretaria municipal de Saúde foram furtadas. As ocorrências foram denunciadas pelo WhatsApp do  nesta segunda (11).
caminhao-lixo.jpgConforme a denúncia, funcionários da prefeitura deixaram o carro no aterro após descarregarem o lixo. O veículo teria apresentado um problema mecânico em uma das rodas e os servidores acionaram um trator para empurrar o caminhão. A tentativa, no entanto, não surtiu efeito e o veículo ficou empacado.
Dessa forma, resolveram voltar no outro dia para tentar tirar o caminhão de lá. O problema é que o veículo foi incendiado nesse meio tempo. Isso porque o aterro costuma ter alguns focos de fogo. Além disso, segundo a denúncia, o carro da Saúde foi "depenado". O denunciante informa ainda que o veículo foi entregue neste ano ao município.
Ao , o prefeito de Poconé, Atail Amaral (PR), afirma já ter registrado um boletim de ocorrência por acreditar que, tanto o caminhão incendiado quanto o carro que teve as rodas roubadas, foram atos criminosos.
“Nós já tomamos medidas, já fizemos boletim de ocorrência nos dois casos. Nossa assessoria jurídica já procurou a Polícia Civil para pedir que se investigue o caso, e aprofunde as investigações, porque tudo indica que foram atos criminosos.”
Reprodução
carro-poconé.jpg
Carro da secretaria municipal de Saúde tem as 4 rodas roubadas no pátio da pasta
O prefeito confirma que o caminhão de lixo apresentou problemas mecânicos e que o veículo apresentou falha em uma das rodas. “Com isso, o caminhão não conseguia sair. No local onde o veículo estava não tinha nada de fogo, não tinha vestígio de chamas. Para nós, foi fogo com intuito de poder prejudicar mesmo”, pondera.
Sobre o carro da secretaria de Saúde, Atail conta que estava estacionado no pátio da pasta e que havia um guarda, contudo, ele estava na parte da frente e não viu nada. “Com essa ação da Polícia Civil, certamente esse guarda será ouvido, os funcionários que deixaram o caminhão no aterro também, para podermos solucionar esses casos”, conclui. 

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.