Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: ReproduçãoAtendendo apenas em horário de expediente desde a última segunda-feira (18), o delegado regional adjunto, responsável pela delegacia do município de Colíder, foi intimado à prestar esclarecimentos diante o não recebimento de custodiados da Polícia Militar e não atendimento em ocorrências fora do horário. “Até quando vão manter e intensificar esse descaso? É indigno fazer parte de algum modo dessa balbúria desnecessária.”
O despacho enviado a redação do site Nativa News nesta sexta-feira (22), data de 20 de setembro, assinado pelo Juiz de Direito Plantonista, Walter Tomaz da Costa. Onde está o relato de uma prisão em flagrante de um homem, junto com a apreensão de um adolescente. No documento o Juiz relata ter recebido a dupla as 01h49, que foi detida às 21h ingerindo bebidas alcoólicas e em posse de substância entorpecente. Diante negativa de recebimento dos custodiados, por parte da Polícia Judiciária Civil, ambos foram levados ao juiz plantonista.
A PJC emitiu a seguinte nota:
 Sobre os questionamentos do Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepo), a Polícia Judiciária Civil esclarece que a jornada de trabalho dos delegados, assim como das carreiras de investigador e escrivão de polícia, são atribuições próprias dos cargos, previstas no artigo 120, parágrafo único da Lei Complementar 407/2010, Estatuto da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso.
 “Artigo 120, Parágrafo único: A função policial sujeita-se à prestação de serviços em condições adversas de segurança, com risco de vida, plantões noturnos e chamadas a qualquer hora, desde que justificada a necessidade, inclusive com a realização de diligências policiais em todo Estado de Mato Grosso ou fora dele".
 A Polícia Civil reconhece a demanda de trabalho em que os servidores estão submetidos, principalmente, no interior do Estado, devido ao efetivo para representar a instituição. No entanto, diante ausência de autonomia financeira e orçamentária, não é possível a Polícia Civil fixar pagamento de eventuais horas extras laboradas nos plantões presenciais e não presenciais (sobreaviso), por se tratar de matéria administrativa privativa do Estado.
 Entretanto, qualquer servidor policial que for acionado e trabalhar no período noturno, faz jus ao adicional noturno, conforme deliberação do Conselho Superior de Polícia, no dia 3 de setembro de 2013.
 A Polícia Civil também informa que está em andamento concurso para delegado de polícia, com prova marcada para o dia 8 de outubro, e já foi anunciado abertura de concurso para os cargos de investigadores e escrivães de polícia, condicionado a previsão orçamentária do Estado.
 Nativa News

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.