Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) se entregou na Superintendência da Polícia Federal em Cuiabá, por volta das 14h desta sexta (15), acompanhado pelo seu advogado. A chegada foi filmada pelo Circuito Mato Grosso. O parlamentar teve a prisão decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, por obstrução da Justiça.
A ordem de prisão foi decretada porque os agentes da Polícia Federal que cumpriram mandado de busca e apreensão em seu apartamento, no bairro Santa Rosa, relataram que Fabris saiu do prédio por volta das 5h30 de ontem (14), carregando uma pasta de cor preta. Fux atendeu pedido do procurador geral da República, Rodrigo Janot.
Fabris, que estava em Rondonópolis e retornou a Cuiabá sob escolta do delegado Anderson Vieira para se apresentar na Polícia Federal, sustenta que houve mal entendido. Garante que não ocultou provas e que na pasta carregava apenas objetos como caneta, relógio e jóias.
Agora a prisão precisa ser referendada pela Assembleia, conforme artigo 29 da Constituição Estadual. A decisão se mantém Fabris preso ou não depende do voto da maioria dos 24 deputados estaduais. Antes, o deputado deve buscar o relaxamento no próprio Judiciário.
Na decisão, Fux também determina o afastamento de Fabris. Caso se confirme, será substituído pelo suplente Meraldo Sá (PSD).
https://youtu.be/DFhWPYlXupw

Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.