Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Cuiabano que sofre com depressão há 20 anos lança livro contando sua históriaA experiência de mais de vinte anos de Alan Barros com a depressão lhe rendeu a autoria de um livro, que será lançado na noite desta terça-feira (19), no Teatro Zulmira Canavarros, a partir das 19h. “Tenho Depressão. E Agora?” é uma obra com onze capítulos, que contém, além da história do autor, depoimentos de diversas pessoas que também tiveram ou têm a doença.
O lançamento do livro acontece propositalmente durante o ‘Setembro Amarelo’, mês em que se chama a atenção para a prevenção ao suicídio. Por este motivo, no evento haverá também uma homenagem ao Centro de Valorização da Vida (CVV), e a entrada vai custar 2kg de alimentos não perecíveis e um abraço.
 
‘Tenho depressão, e agora?’ era, inicialmente, um talk show, que Alan trouxe a Cuiabá em junho deste ano. Agora, o livro será lançado em parceria com a Sala da Mulher da Assembleia Legislativa, através da presidente de honra, Sônia Meira Botelho.
 
A obra

 
O livro é dividido em onze capítulos, sendo que em sete deles Alan conta seu relato de depressão. Os três últimos próximos têm participações especiais de profissionais e pessoas que fizeram parte da sua vida. São elas: Flavia Haddad, psicóloga e ex-depressiva que encontrou na psicologia uma forma de ajudar o próximo e se ajudar; Maria Augusta Ribeiro, estudiosa de Netnografia, o estudo do comportamento humano no ambiente digital, e Gabi, uma adolescente de 14 anos que também convive com a depressão.
 
O último capítulo, por sua vez, ficou aberto a quem quisesse dar seu depoimento, e une onze histórias de dor, amor e superação. “Desde o dia que coloquei minha história na internet, recebi muitos relatos de pessoas que eu conhecia, mas também de pessoas que eu não conheço pessoalmente. E como uma forma de democratizar o livro e homenageá-las quis incluir 11 delas no meu livro”, afirma o autor.
 
A obra é toda ilustrada pelo artista plástico mato-grossense Rafael Jonnier. “Eu quis tirar o "preto" da depressão, e retratar temas tão difíceis de uma forma leve e colorida. Se no Google você digitar a palavra ‘depressão’, e ir nas imagens, só vai se deparar com imagens deprimentes, todas em preto e branco, imagens retratando muito sofrimento. Eu acredito que da forma que a depressão é retratada na internet, um adolescente, um jovem jamais assumirá para alguém que tem depressão ou sente sintomas de depressão, então quis retratar a depressão, a ansiedade, o bullying e o suicídio de uma forma colorida” explica o autor.
 
Por fim, o livro ainda traz uma ‘Playlist da Superação’, com músicas que ajudaram o autor a vencer os piores momentos da doença, e uma lista chamada ‘11 Atitudes Para Vencer A Depressão’, com dicas simples e possíveis de serem seguidas. “São todas músicas e dicas que eu usei e que funcionaram muito bem comigo, então entendi que devia compartilhar”, afirma.
 
Atualmente, 350 milhões de pessoas sofrem depressão no mundo e 280 mil tem transtorno de ansiedade. Só em 2015, 800 mil pessoas cometeram suicídio. “Esses números mostram que como eu, muitos estão carecendo de cura. Sabemos que depressão é uma doença reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, mas as pessoas ainda não são tratadas como doentes. Muita gente confunde depressão com preguiça e acabam fazendo bullying com aquelas depressivas”, finaliza Alan. 
 
Serviço

Palestra e Lançamento de Livro “Tenho Depressão. E agora? #fale” De Alan Barros 
Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros (Assembléia Legislativa de MT)
Data: 19 de setembro – Terça-feira
Horário: a partir das 19h
Entrada: 1 abraço + 2kg de alimento 
 
Programação
 
19:00h ás 20:00h – Abraço + Autógrafo
20:15h ás 21:15h – Apresentação Musical + Palavra com CVV + Testemunho Alan Barros
21:30h ás 22:30h – Abraço + Autógrafo

Da Redação - Isabela Mercuri

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.