Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O novo sistema de cadastro rural criado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), através da Lei 592/2017 que institui o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (SIMCAR), continua em teste desde o dia 29 de maio. A plataforma que promete realizar o cadastro de propriedades lote a lote, diferente do cadastro por perímetro feito pelo Incra, poderia beneficiar 120 mil agricultores familiares, mas ainda não disse a que veio.
Para cobrar do governo explicações para toda esta demora e debater as funcionalidades do novo sistema, a Assembleia Legislativa vai realizar audiência pública na próxima quinta-feira (14), às 14h. O debate foi requerido pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT) que acompanha o processo desde que o sistema foi implantado.
“Quando o SIMCAR entrou em fase de testes estive com o vice-governador e secretário de meio ambiente Carlos Fávaro. Ele prometeu que em 90 dias tudo estaria liberado, mas já se passaram mais de 100 dias e nada. Como defendo na AL a agricultura familiar e são os assentados da reforma agrária os mais prejudicados pelo atual sistema achei por bem reunir todos os interessados para debatermos esta questão”, explicou Barranco.
A audiência também vai discutir os mecanismos da Autorização Provisória de Funcionamento de Atividade Rural (APF). Para o debate foram convidados representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura em Mato Grosso (Fetagri), sindicatos de trabalhadores rurais, agricultores familiares, Incra, Intermat, Banco do Brasil, e secretarias de estado de Agricultura Familiar e de Meio Ambiente, além do vice-governador.
“Esperamos um debate rico onde possamos apresentar todas as demandas que envolvem o cadastro rural e as linhas de crédito para o setor, além de ouvir do governo as respostas que buscamos. Nosso objetivo é o debate e não o enfrentamento. Coloco-me à disposição para ajudar no que for preciso”, concluiu o deputado Valdir Barranco.
As informações foram divulgadas pela assessoria do deputado Valdir Barranco.
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.