Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Empresária Aline Camila Piran teve ferimentos na boca depois de levar um soco (Foto: Aline Camila Piran/ Arquivo pessoal)Uma empresária de 30 anos denunciou o primo do namorado dela, o empresário José Chaldel Maluf, de 50 anos, por agressão no elevador do Goiabeiras Shopping, em Cuiabá, na noite de sábado (16). Aline Camila Piran disse ter desmaiado depois de levar um soco no rosto. O caso já está sendo investigado pela Delegacia da Mulher e ela deve prestar depoimento nesta segunda-feira (18). O G1 tentou entrar em contato com o empresário, mas até a publicação desta reportagem ele não atendeu e nem retornou as ligações.
Camila contou que estava no shopping com o namorado e, quando saíram do cinema, viram José Maluf, que estava acompanhado da mulher dele e de um amigo, e tentaram mudar o percurso para que não se cruzassem.
"Como já existe uma intriga entre eles, nós mudamos o caminho e fomos para o elevador, mas o elevador parou no andar debaixo onde eles estavam. Eles entraram e começaram a provocar o meu namorado, dizendo que ele e a família dele eram insignificantes", declarou a vítima.
Segundo ela, quando a porta do elevador se abriu, a mulher do empresário disse para o namorado dela que ele era tão insignificante quanto o pai dele. Nisso, o namorado dela, Amir Antônio Maluf, de 31 anos, se irritou e questionou o motivo pelo qual estava falando do pai dele.
Camila diz que antes de agredi-la empresário a xingou  (Foto: Aline Camila Piran/ Arquivo pessoal) Camila diz que antes de agredi-la empresário a xingou  (Foto: Aline Camila Piran/ Arquivo pessoal)
Camila diz que antes de agredi-la empresário a xingou (Foto: Aline Camila Piran/ Arquivo pessoal)

Camila disse que o empresário empurrou o namorado dela e, então, ela entrou no meio dos dois para tentar evitar que se agredissem.
"Ele [José] colocou o dedo no meu rosto e me xingou de puta, vagabunda. Quando tentei tirar o dedo dele do meu rosto, ele me deu um soco. Eu desmaiei, o elevador se fechou, o meu namorado ficou do lado de fora e eu fiquei sozinha, mas as pessoas que estavam ali me ajudaram", relatou a empresária.
Depois que acordou, Camila contou que tentou ir até o andar onde o namorado estava, mas que as pessoas que a socorreram e que presenciaram a agressão a impediram.
"Me disseram que se eu voltasse lá ele iria me matar, porque tinha me ameaçado de morte e me orientaram a ficar calma porque o local possui câmeras e tudo tinha sido registrado", disse.
Depois da agressão, a empresária afirmou ter entrado em contato com a direção do shopping para pedir as imagens das câmeras internas de segurança. "Me disseram que não poderiam me passar, mas a funcionária para quem relatei o meu medo de as imagens me contou que as câmeras registraram todo o momentro da agressão", contou Camila, que deve prestar depoimento à Polícia Civil às 11h desta segunda-feira.
O Shopping Goiabeiras informou que tem conhecimento da agressão ocorrida e que estará à disposição da polícia durante a investigação sobre o caso..

Camila diz que antes de agredi-la empresário a xingou  (Foto: Aline Camila Piran/ Arquivo pessoal)

Por Pollyana Araújo, G1 MT

Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.