Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O suspeito de assassinar uma travesti em Rondonópolis (212 km ao Sul) foi preso em cumprimento a um mandado de prisão temporária, durante ação integrada da Polícia Judiciária Civil, Polícia Federal e Rodoviária Federal, na manhã desta segunda-feira (25.09).
Valdinei Souza da Silva, 24 anos, conhecido por “Vavá”, é acusado de matar Jean Henrique Dias, 30 anos, que usava o nome social de “Tabata Brandão”. O crime ocorreu em  25 de junho no bairro Belo Horizonte. As informações apontam que um motociclista abordou a vítima com disparos de arma de fogo. O corpo foi encontrado na rua 19 de Novembro, nos fundos de uma empresa de sementes.
Nas investigações, a Polícia Civil contou com apoio de testemunhas e representantes do GrupoLGBT's  (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).
O delegado Thiago Damasceno informou que durante a investigação ficou constatada motivação homofóbica, em razão da orientação sexual da vítima. “Naquele dia o suspeito passou pelo local e 'brincou' com as travestis. A Tabata teria revidado as agressões verbais. Ele voltou em casa e retornou com a arma de fogo”, disse.
O suspeito foi encontrado em casa, num barraco de madeira no bairro Pedra 90. No local, cães da Polícia Federal ajudaram nas buscas por drogas e armas. Ele está indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil que impossibilitou a defesa da vítima. Após interrogatório, será levado para a unidade prisional de Rondonópolis.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.