Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

sine.jpgA diferença entre o número de trabalhadores admitidos e demitidos com carteira assinada em Mato Grosso apresenta saldo positivo em 2017. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho demonstrou que entre janeiro e agosto deste ano a diferença entre os dois indicadores ficou positiva em 29.010 vagas.
“Quando olhamos apenas para o mês de agosto deste ano o saldo também ficou no azul, em 1.882 vagas, bem como a variação entre os meses de agosto de 2016 e de 2017, positivo em 4.931 vagas. Isso quer dizer que em Mato Grosso mais se contratou do que mandou trabalhadores embora”, salienta o titular da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas), Max Russi.
A fala do secretário é amparada pela quantidade de vagas nas 24 unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Mato Grosso. As unidades realizam a intermediação entre empregador e trabalhador e dispõe de mais de mil vagas de empregos essa semana.
O secretário adjunto de Trabalho e Emprego da Setas, Samir Prado, lembra que o saldo é apenas a variação, não representa o total acumulado em ofertas de emprego que é muito maior. “Além disso, nesse final de ano muda-se o perfil dos contratantes. A agropecuária que geralmente é o fiel da balança diminui as contratações e os setores de comércio e serviços se destacam”.
Em relação ao saldo positivo de agosto, os setores da economia que mais se destacaram em ordem decrescente foram o de indústria de transformação (mecânica, calçados, alimentação), serviços, construção civil e agropecuária

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.