Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A denúncia foi registrada na Polícia Judiciária Civil (PJC), pela mãe da vítima, no final da manhã de ontem (12). Segundo ela, o crime teria acontecido na própria residência da família, localizada na rua Rio Preto, bairro Jardim Maria Vindilina I. O suspeito de 34 anos, é padrasto da criança.

Aos policiais, a denunciante informou que mora com o suspeito há três anos e a partir de alguns dias, a filha começou a apresentar comportamentos diferentes. Em conversa, a vítima confessou que estava sendo abusada pelo padrasto. O acusado aproveitava dos momentos em que a esposa se ausentava da residência para trabalhar e ficava sozinho com a enteada, para cometer o ato criminoso.

No Boletim de Ocorrência (B.O) a mãe relata que o marido tirava a roupa da criança, a acariciava e chegava até a encostar o órgão genital dele, nas partes íntimas da menina. Além disso, o homem ainda assistia filmes pornográficos com a menina. A criança de nove anos disse que todas as vezes que cometia o crime, o sujeito falava para a menina não contar o caso à mãe.

O delegado Ugo Angelo Reck de Mendonça solicitou exame de corpo de delito ao Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, para comprovação de junção carnal ou do ato libidinoso. Não há informações se o suspeito foi detido.

Fonte: Cenário MT
Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.