Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Estudantes da Escola Estadual José Pedro Gonçalves, que fica na zona rural de Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá. A escola atende cerca de 110 alunos da pré- escola até o ensino médio. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), o processo para a realização das melhorias no local está em fase de licitação.

A unidade possui três salas de aula, sendo que cada uma é dividida em duas turmas com dois professores para conseguir atender os 110 alunos. Segundo a professora Glória de Oliveira, o tempo de aula é dividido entre os professores para conseguir ensinar os alunos. “Eu dou a minha aula e, enquanto os alunos fazem as atividades, a outra professora explica o conteúdo”, disse.

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) prometeu construir no local uma nova estrutura para a escola, no entanto, a obra ainda não foi realizada. Os alunos estão tendo aulas embaixo de árvores do lado das salas do local.

A professora Vanusa da Silva explica que os alunos do colégio são moradores de sítios e assentamentos próximos ao município. Vanusa explica que, para chegar na escola, precisa andar aproximadamente 30 km para ensinar os alunos. “Dou aulas de química, física e matemática para diversas turmas daqui”, contou.

A diretora da escola, Giseli Lara Silva, explica que, devido à demora na construção do novo prédio, os funcionários e pais de alunos decidiram construir mais duas salas de aula para atender os alunos e que o material já foi adquirido. “Todos os anos ficamos apenas na promessa, então a comunidade mesmo decidiu construir as salas”, afirmou.

A escola estava na lista da Seduc para receber melhorias, mas a obra ainda não foi realizada, porque os contratos das reformas foram paralisados depois da descoberta de um esquema de desvio de dinheiro da educação que foi investigada na Operação Remôra, em 2016.

O secretário-adjunto de Obras da Seduc, Alan Porto, explicou que os projetos para as melhorias na escola já foram revisados e que estão em processo de licitação. “O processo está em licitação e quando for assinado o contrato, será liberada a ordem de serviço”, afirmou.


Fonte: G1MT
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.