Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Apreensão de drogas cresce 258% nos últimos três anos no EstadoAs ações qualificadas das Forças de Segurança Pública aumentaram em 258% a apreensão de drogas em Mato Grosso nos últimos três anos. De janeiro a agosto deste ano, 7.196,276 mil quilos de entorpecentes foram apreendidos no Estado, enquanto em 2014, no mesmo período, foram recolhidos 2.011,136 mil quilos. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).
O crescimento, no comparativo de 2014 e 2017, representa cinco mil quilos a mais apreendidos pelas forças de Segurança. A apreensão também é maior num comparativo entre 2015 e 2017. De janeiro a agosto de 2015 foram apreendidos 6.318,934 mil quilos de drogas e, no mesmo período em 2017, foram 7.196,276 mil.
Entre os tipos de drogas mais apreendidas está a maconha. Somente nos oito meses deste ano foram apreendidos 4.139,834 quilos de maconha. Cocaína, pasta base e crack também estão na lista. Os policiais apreenderam 1.348,924 quilos de cocaína e 1.701,059 de pasta base.
O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) é uma das unidades que tem contribuindo para os resultados positivos. Responsável pela coordenação das ações preventivas e repressivas do Gefron nos mais de 900 quilômetros de fronteira entre o Brasil e a Bolívia localizados em Mato Grosso, o tenente-coronel PM, José Nildo Silva de Oliveira, atribuiu o crescimento das apreensões aos investimentos, capacitações e integração entre as instituições de segurança.
“Entendemos que a Segurança Pública vem se fortalecendo com a nova ideia de consolidação e integração, percebendo que as instituições estão cada vez mais interagindo e conversando entre si. Isto reflete diretamente na atuação e nos dados estatísticos”, disse.
Um exemplo do trabalho integrado foi a operação Bairro Seguro Fronteira, realizada entre os dias 8 a 21 de setembro em 22 municípios da região oeste do Estado, que fazem divisa com a Bolívia. Na ação, foram apreendidos mais de 92 quilos de drogas.  Além dos entorpecentes, a operação também apreendeu 20 armas e 139 veículos irregulares.
O combate ao tráfico de drogas interestadual e o doméstico, fechando pontos de venda e consumo de drogas em bairros, é uma das atuações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). “Fizemos uma análise criminal e levantamento de bairros mais complexo, realizando mapeamento. Com o setor de inteligência, levantamento da quantidade de boca de fumo e o apoio da sociedade, estamos fazendo a repressão qualificada ao tráfico doméstico”, disse.
Segundo o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel PM Jonildo José de Assis, as drogas apreendidas pelas forças de segurança apresentam um reflexo positivo na sociedade dentro e fora do Brasil, pois inibem o abastecimento do comércio doméstico de drogas que fomenta outras violências. "Principalmente o roubo e furto, porque as pessoas acabam se valendo dessas ações criminosas para sustentar o seu vício”, detalha Assis

Notícia da hora

Marcadores:

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.