Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Confiança
Se mantendo no cargo enquanto aguarda julgamento da Justiça Eleitoral, a prefeita Lucimar Campos (DEM), de Várzea Grande, avisou que não está preocupada com  possíveis desgastes políticos. As decisões judiciais que determinaram a cassação de seu diploma e mandato, segundo ela, não levam em consideração o fato de ter sido reeleita com quase 80% dos votos válidos, nas eleições de 2016. Lucimar e seu vice-prefeito José Hazama (PRTB) foram condenados a perda do mandato, em duas ocasiões, pelo juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral. Mesmo assim,  Lucimar e Hazama continuam trabalhando.Lucimar entende que o importante é trabalhar e que seu interesse é fazer o melhor por Várzea Grande. “Se por um acaso Deus achar que eu deva sair, saio. Do jeito que entrei, eu saio”, respondeu Lucimar Campos. A lucidez que vem demonstrando, aliás, é rara para os que enfrentam batalhas semelhantes
Da Redação

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.