Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A vereadora por Sinop Professora Branca (PR), que é líder da prefeita Rosana Martinelli (PR), no Legislativo, chorou durante a sessão na Câmara, enquanto discursava sobre a situação que a saúde pública enfrenta no município com a falta de repasses do governo estadual para o Hospital Regional.

Branca se emocionou ao lembrar que já perdeu uma filha na fila de espera por atendimento e entende o que a população passa. “A minha dor é latente e silenciosa”, relatou em tribuna durante a sessão realizada na manhã desta terça (3).

O parlamentar de oposição Tony Lennon (PMDB) teceu duras críticas ao governo. O vereador afirma que o governador não está preocupado com a situação no norte de Mato Grosso e alega que Taques é um político que deu errado. “Pedro Taques é um projeto de gente, ele não merece ser chamado de ser humano”, discursou.

Os vereadores solicitaram em plenária que a chefe do Executivo decrete Estado de emergência na saúde do município. O documento encaminhado a Rosana aponta os principais problemas enfrentados pelo setor no momento, como a falta de repasses na ordem de R$ 28 milhões, paralisação dos atendimentos na emergência e urgência pediátrica, atraso de dois meses no pagamento dos funcionários que estão há cerca de um ano sem receber o vale refeição, falta de medicamentos e materiais de trabalho como seringas e agulhas.

Integrante da base aliada a Taques, Ícaro Francio Severo (PSDB) se mostrou indignado com a gestão do governador. Ele alega que não defende bandeira partidária e que o governador tem que cumprir com as responsabilidades.

O tucano Adenilson Rocha também usou a tribuna para lembrar que em fevereiro encaminhou um ofício para os vereadores de Sinop e que se reuniu com Taques e cobrou soluções para a mazela na saúde, regularização com o Hospital, indicação de uma policlínica no bairro São Cristóvão, entre outras demandas. “Não vamos discutir nada sobre o meu partido, mas vamos discutir um assunto que o governador não resolve. O meu lado é o lado do povo”, diz.
Fonte: RDNews
Marcadores:

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.