Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou os custos de produção da bovinocultura de corte referentes aos sistemas cria, recria/engorda e ciclo completo para o 2° trimestre de 2017. Segundo o relatório, nos três sistemas, houve queda nos custos de produção em relação ao primeiro trimestre do ano.
    No que tange ao custo total, o Imea aponta que, na recria/engorda, a redução foi mais expressiva, de 2% no comparativo trimestral, sendo o gasto por arroba de R$ 147,52. “De modo geral, a maior parte dos itens barateou, e os de maiores peso na recria/engorda, isto é, aquisição de animais e suplementação, as quedas foram de 3,2% e 2,7%, nessa ordem, devido ao esfriamento no mercado de reposição neste período e a abundante oferta de grãos refletindo num custo por arroba mais em conta”.
    Para o Imea, ainda que este resultado seja benéfico ao produtor, “fatores políticos e econômicos ocorridos no período pressionaram o preço da arroba, como a operação Carne Fraca e a volta do Funrural, deixando os produtores em uma situação delicada”.
Fonte: Agronotícias
Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.