Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O deputado estadual Zeca Viana (PDT) afirmou que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa vem sendo submissa ao Governo do Estado, quando não aciona o Executivo na Justiça pelo não pagamento dos duodécimos. “O presidente vem sendo muito complacente com o Governo em não ir à Justiça cobrar os repasses. Agora o que está em jogo são os salários dos servidores da Assembleia. Não pode ser tão frouxo assim, tem que ir para cima e cobrar porque dívidas todos têm, só não pode deixar de lado arriscando o bom funcionamento dessa Casa”, disse o pedetista.
O governador Pedro Taques recebeu na última semana representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para a expor os problemas fiscais vivenciados pelo Estado e alinhar quitação de débitos relacionados ao repasses de duodécimos, pagamento de salários e 13º do Executivo. Na oportunidade o secretário de Fazenda, Gustavo Oliveira, destacou a posição do Ministério da Fazenda de que Governo Federal dificilmente oferecerá ajuda financeira aos Estados neste momento e citou os investimentos assegurados pelo Governo de Mato Grosso até o final do ano.
Oliveira ainda garantiu que os repasses atrasados estão na programação e o Executivo aguarda a chegada do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX). “Nós programaremos o Tesouro para fazer os repasses necessários para que os poderes honrem com sua folha de pagamento, podendo esperar a chegada de R$ 350 milhões do FEX. Também há alguns recursos extraordinários previstos de agora até o final do ano, para que não haja problemas de custeio ou no adimplemento da folha”, concluiu.

Fonte: A Gazeta (foto: JL Siqueira)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.