Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Empresários do setor de base florestal participaram na quinta-feira (05.10), da 8ª Assembleia Geral Ordinária do Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno). Apesar de curta, a pauta discutiu assuntos relevantes para o setor. 

Conduzida pelo presidente Roberto Rios, a assembleia destacou os avanços que o setor obteve com a presença do Governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), durante a Caravana da Transformação, realizada entre os dias 19 a 29 de setembro. Na ocasião, importantes normativas que tratam sobre a isenção da GF dos compensados e do ICMS da tora, além de alterações da Identificação da Madeira, foram assinados simbolicamente pelo governador em atendimento a reivindicações deste e dos demais sindicatos da base florestal do estado.

“Para nós foi um passo importante e decisivo que levará o nosso setor a avançar quando esses processos forem concluídos. O governador foi muito atencioso conosco e mesmo com sua agenda lotada na visita à Juína, conseguiu tempo para conhecer a sede do Simno, o que nenhum outro governador fez, e ainda nos convidou para acompanhá-lo em uma expedição à China. Posso afirmar que a caravana fez a diferença para a nossa região, e ressalto que isso, nenhum outro governo havia feito”, comentou.

Rios também informou os presentes sobre os assuntos discutidos nas reuniões do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), e da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), como linha de crédito para manejo florestal disponível no Banco BASA de Sinop, alterações na pauta da madeira e um projeto de lei de iniciativa do Deputado Federal Nilson Leitão (PSDB), solicitando a doação de maquinários e veículos ao invés de serem destruídos (queimados) pelo IBAMA durante as operações de fiscalização ambiental.

Outro assunto bem comentado é a realização de um grande evento de negócios florestais o 1º FLORESTAL TECH, que acontecerá de 18 a 20 de outubro em Cuiabá em parceria com Governo do Estado, WWF Brasil, Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF), SEMA e FIEMT. O Simno participará enviando uma caravana com mais de  20 empresários da região noroeste e a expectativa é que grandes negócios sejam firmados durante o evento na capital, além de conhecerem mais sobre as novas tendências na Construção Civil mundial - “wood frame e madeira laminada colada” - que serão apresentadas durante a programação do evento. A novidade é que Juína apresentará no evento amostras de 75 essências de madeira, que poderão ser conhecidas por empresários de vários países que estarão visitando o evento.

A reunião contou com a presença de vários convidados, como o advogado Fernando Queiroz, o vereador e atual presidente da Câmara de Vereadores de Juína, Sandro Cândido (PT), os empresários Antônio e Jucimar da empresa Juína Cavacos e o gerente regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Evandro Selva convidado para comentar sobre as últimas operações do órgão realizadas na região de Rondolândia que descobriu várias empresas operando irregularmente. Segundo ele, das 18 empresas existentes naquela localidade, 06 não são constituídas legalmente, resultando na apreensão de madeiras que deverão ser doada para entidades filantrópicas, além de culminar no bloqueio das indústrias.

Também foi divulgado na assembleia a data de posse da nova diretoria do Simno para o triênio 2018-2020, que ocorrerá em 08 de dezembro de 2017. A única chapa a ser inscrita será apresentada pelo atual vice-presidente, o engenheiro de produção e empresário do ramo madeireiro, Sr. Paulo Augusto Veronese. No uso da palavra, ele comentou que já definiu os nomes dos participantes da nova diretoria e que seu desejo é de incluir todos os empresários na chapa, o que infelizmente não é possível, ainda assim irá trabalhar em busca de melhorias para o segmento e espera contar com o apoio dos empresários.

“Vou fazer o máximo pelo sindicato e tenho alguns objetivos, entre eles a melhora e valorização das nossas indústrias, eu busco o merecido respeito ao verdadeiro empresário do segmento florestal, seja por órgãos fiscalizadores, entidades e a sociedade como um todo”, declarou Paulo Veronese.

Também comentando a respeito, o presidente Roberto Rios afirma que ele está preparado para o cargo. “O Paulinho vem nos acompanhando há três anos, participando das reuniões na FIEMT e no Cipem e é conhecedor do setor como ninguém, assim como o ex-presidente Geraldo Bento preparou sucessor para substituí-lo, preparei o Paulinho e acredito que ele fará um bom trabalho”, ressaltou.

Outros assuntos que também foram comentados na assembleia são: Curso de como fazer SST, que acontecerá neste dia 10 de outubro no sindicato, em parceria com a CNI e FIEMT; Terreno para armazenar a compostagem que aguarda liberação da SEMA; Negociação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), dentre outros


  •  Fonte: Assessoria
Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.