Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O lider do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) na Câmara Municipal de Cuiaba, vereador Lilo Pinheiro (PRP), afirmou que a Câmara terá que demitir 472 funcionários se não houver suplementação. Emanuel chegou a suplementar o orçamento em R$ 6,7 milhões, mas foi barrado pela Justiça e pelo Tribubal de Contas do Estado (TCE), pois aconteceu dois dias após os vereadores "enterrarem" a CPI do Paletó,  que iria investigar o vídeo em que o prefeito aparece enchendo os bolsos com maços de dinheiro.

"A Mesa Diretora da Câmara vem dialogando com o prefeito sobre a necessidade dessa suplemnetação desde maio, mostrando para o prefeito que sem a suplementação 472 funcionários deverão ser dispensando", disse o parlamentar.

Emanuel deveria encaminhar um projeto de lei autorizando um repasse de R$ 6,7 milhões, mas decidiu que não no último momento após a informação ser dovulgada pela imprensa.

Na manhã desta sexta-feira (6), Emanuel deve ir a Câmara de Vereadores para dar explicações.


Fonte: hiper noticias
Marcadores:

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.