Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Assessoria de Imprensa/SENAR-MT
 
Fim de ano é o período em que a comercialização da carne suína aumenta em até 30% em função das tradições de consumo. O Serviço Nacional de Mato Grosso (SENAR-MT), em parceria com os Sindicatos de Produtores Rurais ofertam o treinamento de transformação caseira de produtos de origem animal em embutidos e defumados de carne suína em 13 municípios mato-grossenses nos próximos dois meses.
O objetivo é produzir embutidos e defumados de qualidade respeitando os princípios de higiene, saúde e conservação ambiental utilizando a carne suína. Os interessados devem procurar o Sindicato de Produtores Rurais de seu município para ver se há turmas previstas e se há vagas.
A ideia é sempre levar informação, conhecimento e capacitação aos produtores e trabalhadores rurais. É importante destacar que o sucesso, a rentabilidade e a qualidade de um produto está diretamente ligada à capacitação e a qualificação dos profissionais que atuam na área. Na cadeia produtiva da suinocultura não é diferente. Além dos treinamentos de 40 horas, o SENAR-MT oferta o Programa Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS).
Nesta semana o assunto do Blog do SENAR-MT é a suinocultura. Com números expressivos no Brasil, a carne suína tem se destacado com mais de 700 mil toneladas exportadas em 2015. Já em 2016 houve um aumento de 100 mil toneladas na produção se comparado ao ano anterior. As exportações também aumentaram em 30%. A atividade movimenta mais de R$ 140 bilhões por ano e é responsável pela geração de 126 mil empregos diretos e mais 900 mil indiretos em todo o Brasil.
Em Mato Grosso as granjas tecnificadas produtoras de suínos começaram a surgir no início da década de 90 e foram construídas com o objetivo de agregar valor aos grãos produzidos na região. Porém foi somente a partir da criação do Programa Granja de Qualidade, em 1995, regulamentado em 1996, que a criação de suínos teve um maior desenvolvimento, sendo que o objetivo era a produção de suínos com alta tecnologia, obedecendo aos preceitos da Qualidade Total.
O Estado de Mato Grosso tem expressivo potencial para expandir seu rebanho de suínos, em virtude das seguintes características: 27% da soja brasileira, 5% do milho, baixíssima densidade por km2 (apenas 0,8 suínos por km2), excelente nível sanitário, boa oferta de energia, infraestrutura de transporte e logística em consolidação, política ambiental exigente e bem fundamentada, conduzindo à sustentabilidade das operações.
Alguns municípios destacam-se na produção de milho no Estado e fazem parte das regiões onde mais se desenvolve a suinocultura. A lista é composta por Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Tapurah, Campo Novo do Parecis, Sapezal, Vera, Campo Verde, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sorriso, Campos de Júlio, Itiquira, Trivelato e Tangará da Serra.

PARA SABER O QUE O SENAR-MT ESTÁ FALANDO SOBRE SUINOCULTURA VISITE O BLOG senarmtblog.wordpress.com E O CANAL DO YUTUBE DA INSTITUIÇÃO - www.youtube.com/user/MtSenar



Fonte: Assessoria de Imprensa
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.