Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Proposta visa dar apoio a ex-presidiários que enfrentam dificuldades no retorno ao mercado de trabalho



Deputado Silvano Amaral (Foto: JLSiqueira/ALMT)
O deputado estadual Silvano Amaral (PMDB) é autor do projeto de lei nº 484/2017, que institui o programa “Reinserção Após Cárcere” em Mato Grosso. Segundo Silvano Amaral, a ideia é ajudar na reinserção de ex-presidiários que enfrentam dificuldades no retorno ao mercado de trabalho. Pela proposta, todos os detentos poderão se cadastrar no programa em qualquer unidade do Sine-MT, vinculado à Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), que fará a análise e triagem de cada perfil.

“Ao saírem da prisão, a pessoa se depara com diversas alternativas que culminam na falta de emprego. Dificuldade de ser contrato por uma empresa, de ser aceito, inclusive, pela sociedade, porque o preconceito e a desconfiança é muito grande. E, por isso, acabam voltando à criminalidade, sendo alta a taxa de reincidência e ainda é precário o engajamento da sociedade civil em concomitância com políticas públicas propulsoras para a reinclusão dessas pessoas no mercado de trabalho”, observou o parlamentar.

O artigo 3º do projeto prevê ainda que empresas interessadas em desenvolver parcerias poderão encaminhar suas propostas ao Sine para análise e inclusão no programa. Vale ressaltar que a lei estadual 7.958/03 contempla empresas que aderem a esse tipo de contração, em Mato Grosso, através do incentivo fiscal. A lei, se sancionada entra em vigor na data de sua publicação em Diário Oficial.

“É uma iniciativa que pode mudar a vida de muita gente que sai dali (presídio), muitas vezes perdida e não sabe nem por onde recomeçar. Reinseri-los no mercado de trabalho representa resgatar a dignidade e o respeito que muitos merecem. O direito de uma nova chance. De uma nova oportunidade”, ressaltou o autor do projeto, deputado Silvano Amaral.

Fonte:JOELMA PONTES / Assessoria de Imprensa
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.