Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Polícia Civil prende 2 e recupera carga de sêmen bovino avaliada em mais de R$ 1 milhão
O autor do furto e o receptador de uma carga de sêmen bovino, avaliada em aproximadamente R$ 1,2 milhão, foram presos pela Polícia Judiciária Civil, durante operação deflagrada, nesta quinta-feira (16), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. A operação denominada "Progênie" levou a prisão, Odair Xavier de Almeida, 28, e Luiz Felipe Bruno da Silva, 24, além de recuperar o material furtado.
O suspeito, Odair Xavier de Almeida, teve a ordem de prisão decretada após ser identificado em investigações da delegacia como autor do furto. Com a prisão do suspeito, foi possível chegar a Luiz Felipe Bruno da Silva, acusado de receptar os produtos.
O furto qualificado aconteceu na madrugada de 06 de novembro, no escritório da empresa Progênie Planejamento Rural, no bairro Cidade Verde em Cuiabá. Para realizar o furto, foram arrombadas 3 portas, de onde foram subtraídos diversos botijões carregados de sêmen bovino, avaliado em R$ 1.195.600,00, além de outros bens como móveis e aparelhos eletrônicos do escritório.
Assim que foi notificada do roubo, a equipe da Derf deu início as investigações com apoio do Núcleo de Inteligência da delegacia, conseguindo identificar o suspeito Odair como autor do furto. Com base nos levantamentos, o delegado Fabiano Pitoscia representou pelo mandado de prisão temporária contra o acusado, o qual foi deferido pela Justiça.
A ordem de prisão foi cumprida nesta quinta-feira (16.11), no bairro Cidade Verde, pela equipe operacional da Derf. O suspeito foi conduzido a delegacia e em interrogatório indicou o local onde estava escondido o material furtado. Imediatamente, os policiais deram continuidade as diligências conseguindo localizar, na casa de Felipe, no bairro Santa Isabel, 17 botijões de sêmen, além de três sofás e aparelhos eletrônicos, furtados do escritório.
O receptador também foi levado a Derf, onde após ser interrogado, pelo delegado Fabiano Pitoscia foi autuado em flagrante por receptação.
“Foi um grande trabalho, em que instauramos o procedimento investigativo e conseguimos identificar não somente um dos autores do furto, que teve a prisão cumprida, como também prender o receptador e recuperar o material furtado, que é de alto valor”, destacou o delegado.
Participaram das diligências, investigadores, escrivães e o Núcleo de Inteligência da Derf, coordenados pelos delegados Fabiano Pitoscia e Caio Fernando Alvares de Albuquerque.
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.