Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Google Imagens
 
A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) informa que o prazo para adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) foi prorrogado até o dia 14 de novembro de 2017.
A analista de Assuntos Tributários da Famato, Maíra Safra, explica que o PERT foi criado por meio de uma Medida Provisória (MP) e posteriormente convertido na Lei 13.496/2017, que trouxe adequações nas reduções de juros, multas e encargos legais. Posteriormente o PERT foi alterado por outra MP, a nº 807/2017 de 31 de outubro de 2017.
“De acordo com a lei quem optar por pagar 20% da dívida consolidada sem reduções na entrada, terá uma redução no parcelamento de até 90% nos juros, até 70% nas multas e nos débitos junto à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional uma redução de 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios. Enquanto a nova MP trouxe percentuais escalonados para pagamento da entrada até dezembro de 2017 a depender da opção que for feita”, explica a analista.
Podem aderir ao programa pessoas físicas e jurídicas, de direito público e privado, inclusive em recuperação judicial. O PERT abrange os débitos de natureza tributária e não tributária, inclusive os que são objeto de parcelamentos anteriores rescindidos ou ativos, vencidos até 30 de abril de 2017.
A analista alerta que os débitos referentes ao Funrural não integram esse programa, mas sim, o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) criado especificamente para esse fim.
Para mais orientações, o produtor pode entrar em contato com a Famato.


Fonte: Ascom Famato
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.