Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

pesagem_fabriciowerdum_markhunt_ufc_evelynrodrigues2O peso-pesado neozelandês Mark Hunt foi liberado pelos médicos para voltar a lutar na última semana, e está determinado em conseguir uma revanche contra o homem que o substituiu no UFC Sydney, Fabricio Werdum. A equipe do "Super Samoano" já anunciou que ele pretende enfrentar o brasileiro no UFC 221, dia 10 de fevereiro de 2018 em Perth, na Austrália, e o lutador partiu para o ataque para tentar convencer o rival a aceitar o confronto.

Em entrevista ao site australiano "Sporting News", Hunt fez provocações pesadas ao brasileiro. O neozelandês não engoliu que Werdum se recusou a enfrentá-lo em sucessivas ocasiões, mas aceitou substituí-lo com menos de um mês de antecedência contra Marcin Tybura no UFC Sydney de 18 de novembro, quando o Ultimate o removeu do card por preocupações com sua saúde.

- Estamos esperando o Werdum dizer "sim", mas ele é um frango e um rato. Não sei por que Werdum não quer brincar. Nós pedimos para enfrentá-lo no Japão, depois pedimos em Sydney, e ele disse "não". Aí, no minuto seguinte, ele recebe a luta contra Tybura. Ele disse "não" para mim, mas disse "sim" para Tybura, aquele ratinho - reclamou Hunt.

Werdum justifica suas negativas a Hunt por já tê-lo derrotado antes, no UFC 180, em novembro de 2014. Na ocasião, o neozelandês aceitou substituir o lesionado Cain Velásquez, então campeão dos pesos-pesados, com cerca de três semanas de antecedência, e encarou o brasileiro pelo cinturão interino na altitude de 2.250m da Cidade do México. Werdum venceu por nocaute com uma joelhada voadora no segundo round. Hoje com 43 anos, Mark Hunt garante que a luta seria completamente diferente na Austrália.

- Ele sabe que vai ser nocauteado. É a única razão que posso imaginar (para ele não lutar de novo). Ele me pegou no México, mas eu duvido muito que vai ser a mesma coisa na próxima vez que lutarmos. Três semanas de antecedência e 21kg depois... E eu estava dando uma aula nele também. Ele deu sorte com aquela joelhada - afirmou o neozelandês.

Outro motivo para Hunt estar tão engajado em conseguir uma luta contra Werdum é seu desejo de ser campeão do UFC. Atualmente quinto colocado no ranking dos pesados, o "Super Samoano" vê no brasileiro o adversário ideal para comprovar seus méritos para disputar o título.

- Não quero ficar parado para sempre. Preciso de um cara top, preciso voltar ao trabalho. Esta é minha última chance de conquistar a cinta. Espero que me deem alguém no top 10, alguém acima de mim, e tudo que posso ver é que Werdum é o único disponível. Eu não sei o que está acontecendo com Cain, ele não luta há muito tempo. Alistair (Overeem) ainda está procurando por sua alma após ser mandado para fora do universo com um uppercut, e Ngannou recebeu a luta pelo cinturão. Se eu bater o Werdum, eu devo ser o próximo da fila. Eu seria campeão no ano que vem. Agora só falta fazer Werdum dizer sim - concluiu Mark Hunt.

Fonte: G1
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.