Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Soldado tinha 28 anos e ainda não se sabe motivação de crime

MOSHE.jpg

O soldado da Polícia Militar de Mato Grosso, Moshe Dayan Simão Kaveski, de 28 anos, foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira no distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo. O crime aconteceu em frente a residência do policial.
Informações preliminares dão conta que Moshe foi baleado várias por um homem de altura mediana, gordo e de roupa escura quando desceu do carro para abrir o portão. Já sua esposa havia ido guardar sua motocicleta no mesmo imóvel.
O autor dos disparos fugiu num veículo desconhecido. Forças de segurança montaram barreiras nas cidades de Peixoto, Matupá e Guarantã do Norte na busca pelo assassino.
Moshe havia feito recentemente o concurso para promoção na carreira militar. Ele tentava ser promovido para cabo.
Inicialmente, a PM suspeita de crime de latrocínio. No entanto, outras suposições serão analisadas, até de cunho passional.

Fonte: Folha Max
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.