Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O objetivo é automatizar os testes teóricos eletrônicos por computador para a confecção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

   O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) vai realizar uma concorrência pública para escolher a empresa que irá automatizar os testes teóricos eletrônicos por computador para a confecção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A empresa também implantará a automação de alguns processos das provas escritas.

   De acordo com o edital, o órgão pretende pagar R$ 5,374 milhões pelo serviço, cujo contrato terá vigência de 12 meses com possibilidade de prorrogação. O objeto da concorrência, segundo o edital, é a contratação de uma empresa para “fornecimento de solução completa de automação de exames teóricos eletrônicos e impressos, com reconhecimento de imagem e impressões digitais dos candidatos ou condutores, incluindo o fornecimento de todo o hardware, software, licenças e demais infraestrutura necessária”.

   Apesar de se tratar de dois trabalhos distintos o certame será realizado em lote único. O poder público, no entanto, distinguiu os serviços e pretende pagar R$ 4,270 milhões pela automação dos processos das provas eletrônicas do órgão e R$ 1,104 milhão pelos testes impressos, totalizando os R$ 5,374 milhão.

   Segundo o edital, 107 mil avaliações devem ser aplicadas sendo 61 mil eletrônicas e 46 mil impressas. O Poder Público estabelece ainda que a empresa deve elaborar um exame teórico utilizando um banco de dados com “no mínimo 2.000 questões com assuntos relacionados ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e respeitando as Resoluções do Contran, Portarias e Deliberações do Denatran”.

   As provas serão aplicadas para formação de novos condutores, atualização, renovação de CNH e reciclagem de motoristas infratores. O edital também informa que os testes eletrônicos deverão ser aplicados nas cidades de Água Boa, Alta Floresta, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Campo Verde, Colíder, Comodoro, Confresa, Guarantã do Norte, Juara, Juína, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Várzea Grande além da sede do Detran, em Cuiabá.

   O contrato terá vigência de 12 meses mas tem possibilidade de prorrogação de até 60 meses. “Os serviços serão prestados no prazo de 12 meses, podendo ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos, até o limite de 60 meses, incluindo o primeiro ano de prestação dos serviços, se houver interesse entre as partes”, diz trecho do documento.

   O edital da concorrência pública 03/2017 informa que o certame ocorrerá ainda neste mês, na sala de reuniões da presidência do Detran, em Cuiabá, as 13h (horário local). Mais informações em http://aquisicoes.gestao.mt.gov.br/
Fonte: Jna notícias
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.