Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Foto: Reprodução
O magistrado Ricardo Frazon Menegucci, da Vara Única de Colniza, se declarou suspeito para julgar o processo contra quatro acusados pela morte do prefeito daquele município, Esvandir Antonio Mendes, 61 anos, e pela tentativa de homicídio do secretário de Finanças, Admilson Ferreira dos Santos, 41 anos. A decisão foi estabelecida no dia 17 de janeiro.

Conforme decisão, o juiz declarou-se suspeito por motivo de foro íntimo, sem declarar suas razões.
 
O Ministério Público busca responsabilizar os envolvidos por crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa.

Foram denunciados os suspeitos, Antônio Pereira Rodrigues Neto, Zenilton Xavier de Almeida e Welisson Brito Silva, presos em flagrante, no dia 17 de dezembro, em uma estrada entre os municípios de Juruena e Castanheira.  

Esposa de Antônio Rodrigues, a médica Yana Fois Coelho Alvarenga, também foi denunciada por suposta participação na ação criminosa.
 
Antônio Pereira Rodrigues Neto é empresário em Colniza do ramo de rede de combustível e táxi aéreo.
 
Segundo as investigações, ele arregimentou dois comparsas oriundos do Pará para o crime, motivado por cobrança de dívida. Apontado como o mandante, o suspeito também participou da execução do prefeito.
 
Segundo investigação, Yana tinha conhecimento do crime e acobertou a ação do marido.

  • Fonte: Arthur Santos da Silva/Olhar direto
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.