Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Foto: Divulgação PJC
A Polícia Judiciária Civil apreendeu na madrugada desta terça-feira (23) duas armas de fogo pertencentes a um homem que havia acabado de agredir a esposa na cidade de Castanheira (779 km a Noroeste).
O suspeito Diego Ellis da Cunha Silva, conhecido como "Diego Rico", fugiu e responderá em inquérito policial por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. De acordo com o delegado, Marco Bortolotto Remuzzi, o suspeito pode responder por ameaça e lesão corporal com base na Lei Maria da Penha contra a companheira de 20 anos de idade. As agressões aconteceram no bairro Santa Rita, no início da noite de segunda-feira (22). Segundo a comunicante seu marido chegou da rua "alterado e quebrando as coisas na residência".
A vítima declarou se sentir constantemente ameaçada, que Diego era agressivo, e que após ela pedir a separação no domingo (21) e ir morar com a mãe ele teria tentado enforcá-la na segunda-feira (22). A jovem ainda afirmou que o suspeito possuía armas de fogo e munições. 
Após a denúncia da mulher, policiais civis realizaram diligências para localizar e prender o suspeito. 
Na casa onde reside o investigado, foram encontradas duas armas de fogo: uma calibre 12, e uma carabina semiautomática. Também foram apreendidas 03 munições calibre 12 e 37 munições calibre 22.
Ao perceber a movimentação de viaturas policiais, o suspeito fugiu às pressas do local.
O caso segue em investigação pela Polícia Judiciária Civil, por meio dos trabalhos desenvolvidos pela Delegacia de Polícia de Castanheira.
 
Fonte: Juína News
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.