Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Polícia prende dois e apreende R$ 20 mil em notas falsas na BR-163
Policiais militares prenderam dois suspeitos e apreenderam R$ 20 mil em notas falsas de R$ 100, em Rondonópolis no final da manhã desta segunda-feira (22.01). A ação aconteceu na BR-163, saída para Campo Grande (MS), no estacionamento de um posto de combustíveis. Uma equipe do 5º Batalhão da Polícia Militar fazia rondas em uma área onde há grande número de postos de combustíveis e movimentação de caminhões e outros veículos quando avistou um motociclista e um caminhoneiro conversando. Ao perceber a presença da viatura, o motociclista subiu na moto e tentou fugir

Interceptado após dar uma volta em torno de outra carreta, o motociclista Vinício Brito Abreu, 19, tentou justificar a fuga dizendo que era porque não tinha habilitação (CNH) para pilotar. Todavia, os PMs já haviam flagrado o momento em que o suspeito jogou algo embaixo da carreta. Questionado sobre o objeto do qual se desfez, ele confessou ser um pacote de dinheiro.

Os policiais resgataram o pacote e o próprio suspeito o abriu. A checagem visual mostrou que havia apenas três variações numéricas nas 200 notas, ou seja, os mesmos números se repetiam em dezenas delas. Já o caminhoneiro, identificado como Juliano Alves da silva, de 33 anos, fugiu tomando a direção da cidade de Rondonópolis, porém acabou sendo preso horas depois. Ele seria o condutor da carreta envolvida na negociação e do celular citado na ocorrência. É que no celular do motoqueiro uma série de conversas indicava a comercialização de dinheiro falso. Os dois e o dinheiro foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Rondonópolis.
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.