Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Produtores rurais têm amanhã para pagar a Contribuição Sindical Rural pessoa jurídica
A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) alerta que os produtores rurais pessoas jurídicas têm até amanhã (31) para efetuarem o pagamento da Contribuição Sindical Rural (CSR) referente ao exercício de 2018.
O recolhimento deve ser feito pelos produtores que possuem imóvel rural, com ou sem empregados, que tenham atividade econômica rural, enquadrados como empresários ou empregadores rurais, conforme o Decreto 1.166/71.
A Famato alerta que, embora a Lei nº 13.467, de 13/07/2017 esteja em vigor, existem seis Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIN) ajuizadas no Supremo Tribunal Federal (STF) e, inclusive, decisão da Justiça do Trabalho reconhecendo que a não obrigatoriedade do pagamento da Contribuição Sindical é ilegal e inconstitucional.
Diante disso, a Famato orienta os produtores rurais sobre a possibilidade de o Poder Judiciário reconhecer que a contribuição pode continuar sendo obrigatória. Se não for paga, pode gerar no futuro um passivo tributário a exemplo do que aconteceu recentemente com o Funrural.
Diante deste cenário, a orientação da Famato é que os produtores continuem pagando a contribuição, pois permanecerão os mesmos formatos de cobrança até que se resolva o imbróglio jurídico.
A contribuição é calculada com base no Valor da Terra Nua Tributável da propriedade, conforme consta no cadastro da secretaria da Receita Federal utilizado no lançamento do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR). O recurso arrecadado colabora para o fortalecimento e representatividade do setor agropecuário e isso reflete no melhor atendimento da classe produtora rural.
As guias de pagamento são enviadas pela Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA) nos endereços de domicilio fiscal declarados pelos produtores rurais. O produtor que não receber a guia pode entrar em contato com o sindicato rural do seu município ou acessar o site da CNA para retirar a segunda via pelo endereço: http://www.cnabrasil.org.br/contribuicao-sindical/2a-via-contribuicao-sindical
O montante arrecadado tem suas porcentagens divididas entre o Ministério do Trabalho e Emprego (20%), Confederação (5%), Federação (15%) e Sindicatos Rurais (60%).
Como fazer? – Até o dia 31 de janeiro o pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária. Após essa data, somente as agências do Banco do Brasil estão aptas a receberem o pagamento.

O atraso do pagamento gera juros, mora, multa e atualização monetária. A falta de pagamento deixa o produtor rural impossibilitado de obter registro ou licença para funcionamento, além de impedi-lo de participar de processos licitatórios.
Fonte:Ascom Famato
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.