Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Está em análise na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) o projeto que obriga os profissionais de creches e instituições de educação infantil a se submeterem a exame psicológico periódico (PLS 392/2017). A medida vai alcançar instituições públicas e privadas em todo o país.
O autor do projeto, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), lembra que é importante haver algum tipo de monitoramento periódico desses profissionais. Uma solução adequada, argumenta, seria que tais profissionais apresentassem periodicamente à direção da creche um atestado “que demonstre o necessário equilíbrio psicológico para trabalhar nesses locais”.
De acordo com o senador, a medida pode contribuir para aumentar a segurança de todos nesses ambientes, sobretudo para as crianças. Bezerra Coelho ressalta que se trata de uma medida preventiva de segurança e, portanto, superior a qualquer medida repressiva. Ele acrescenta que o custo é relativamente reduzido e a eficácia é satisfatória, considerando que monitoramentos dessa natureza já ocorrem em algumas profissões.
Questões como formato do exame, periodicidade de sua realização, credenciamento dos profissionais, critérios a serem utilizados, categorias profissionais que estarão sujeitas ao exame, entre outros pontos técnicos, serão tratadas em regulamento posterior. Na CDH, o projeto está sob a relatoria da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).
Janaúba
O senador Fernando Bezerra Coelho aponta como motivação para o projeto a tragédia ocorrida em Janaúba (MG), no mês de outubro passado. Na ocasião, um vigilante provocou um incêndio na creche em que trabalhava, causando a morte de 13 pessoas, sendo nove crianças. Dezenas de outras pessoas ficaram feridas.
O autor lembra que a tragédia causou perplexidade e luto em todo o país. Ele diz, no entanto, que o episódio “deve levar-nos a ação, para que não se repita mais”. Daí, a importância de dar atenção aos profissionais que lidam diariamente com crianças em creches e instituições de ensino infantil.
Fonte: Senado Federal
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.