Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Uma postagem nas redes sociais da médica Yana Coelho Alvarenga, acusada de participação na morte do prefeito de Colniza (a 1.080 km de Cuiabá), Esvandir Antonio Mendes (PSB), tem chamado a atenção das autoridades e da população local, visto que ela está presa desde de 24 de dezembro.
Reprodução
post_yana
Acima, post feito nas redes sociais pela médica Yana Coelho Alvarenga, que está presa
A suspeita é de que ela teria publicado a mensagem de dentro da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. A data do material é incerta. A reportagem do  apurou que ela teria sido feita dias antes da prisão. Entretanto, o Ministério Público Estadual solicitou revistas nas alas da cadeia, em janeiro. Na ocasião,  nada foi localizado.
Ela é acusada, segundo as investigações de ser a dona do veículo usado para perseguir o do prefeito. De dentro do veículo partiram os tiros que mataram o prefeito em 15 de dezembro.  Yana é paraense e supostamente convivente com um dos principais suspeitos, Antônio Pereira Rodrigues Neto.
No texto a médica se diz cristã, casada com Rodrigo (apelido de Antônio), que seria mandante do crime e executor. “Apaixonada pela família, muito abençoada!!! A fé em Deus nos faz realizar o impossível!!! Blindada por Deus!!!”, diz.
Por meio de nota a secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos informa que as revistas são realizadas diariamente nas unidades penais de Mato Grosso, entre elas, a penitenciária feminina, onde nenhuma das reeducandas têm acesso a computadores ou a qualquer tipo de aparelho que possa realizar postagens nas redes sociais.
Destaca ainda que é importante lembrar que este tipo de atualização no Instagram ou em outra rede social pode ser feito mediante senha do usuário por alguém de fora da unidade, como amigos ou parentes.

Fonte:RD News
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.