Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

ma jovem de 18 anos foi detida suspeita de ter furtado o cartão poupança da própria sogra e ter sacado mais de R$ 9 mil da conta da vítima, em uma cooperativa de crédito em Jauru, a 463 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, a detenção ocorreu na sexta-feira (2) e foi divulgada neste sábado (3). Ela disse à polícia que furtou o cartão após o marido dizer para que ela pagasse as próprias contas.
De acordo com a Polícia Civil, Letícia dos Santos Ventura confessou e foi autuada por furto qualificado mediante abuso de confiança. A sogra, de 64 anos, procurou a delegacia na terça-feira (30) e disse que sofreu diversos saques na conta da cooperativa. Ela comentou que acreditava que o autor do saque era uma pessoa que ela pediu ajuda para sacar o dinheiro, quando esteve no banco.
A vítima passou a observar diferentes saques da conta desde o dia 30 até sexta-feira (02). Os policiais analisaram as imagens do banco e descobriram que a autora do furto era a própria nora da vítima. Letícia foi detida na casa dos pais dela e levada para a delegacia. Ela contou que pegou o cartão e senha da bolsa da sogra quando esteve na casa da vítima.
Ainda, disse ter feito os saques, pago contas e comprado roupas para filha com o dinheiro furtado, além de um depósito em sua conta no valor de mais R$ 7 mil. No total foram quatro saques, três acima de R$ 2 mil e um no valor de R$ 1,8 mil. Letícia justificou o furto do cartão e do dinheiro, pelo fato de ter muitas discussões com o marido. Ela contou à Polícia Civil que o marido disse para ela pagar sozinhas as próprias contas.
No final do depoimento, Letícia afirmou que vai devolver o dinheiro.
Fonte: G1
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.