Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT



Agricultor familiar - Foto por: Maria Anffe
Agricultor familiar
A | A
Mato Grosso compõe junto a mais 20 estados brasileiros, o índice nacional de preço médio dos 48 principais produtos da agricultura familiar. A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), aderiu em janeiro de 2016 ao Programa Brasileiro da Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort), em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento em Mato Grosso (Conab-MT), Prefeitura Municipal de Cuiabá, Empaer e Ceasa-MT.
O desenvolvimento do programa servirá como parâmetro aos pequenos produtores, pois com a divulgação do índice oficial do Prohort, agricultores familiares terão a informação do preço médio por quilo dos produtos para negociar a sua produção com os comerciantes.
A cotação de preços do Prohort é realizada semanalmente, toda terça-feira a partir 5h, por técnicos da Seaf, Empaer e Prefeitura de Cuiabá na Central de Abastecimento de Cuiabá , levando em conta o preço mínimo, mais comum e o preço máximo dos produtos encontrados nas barracas em três horários distintos durante o período matutino.
Confira a cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar, válida até o dia 21/02/18:
Abobrinha (KG)  R$ 2,63
Abobora Cabotiã ( KG) R$ 1,00
Alface Crespa  (DZ)   R$ 15,00
Maxixe  (KG)   R$ 4,37
Berinjela (KG)   R$ 1,83
Beterraba (KG)   R$ 1,42
Vagem (KG)   R$  5,83
Couve  (KG)   R$ 1,25
Cenoura (KG)   R$ 1,81
Mandioca ( KG) R$ 1,00
Abacaxi Pérola (UNID) R$ 3,33
Banana Nanica  (KG)   R$ 1,75
Banana da Terra ( KG ) R$ 2,50
Laranja Pêra  (KG)   R$ 1,25
Limão Tahiti (KG)   R$ 1,36
Maçã Nacional (KG)   R$ 2,00
Mamão Formosa (KG)   R$ 2,00
Melancia (KG)   R$  1,40
Manga (KG)   R$ 2,50
Melão Amarelo (KG)   R$ 2,50
Maracujá Azedo (KG)   R$  2,50
Repolho (KG)   R$ 1,20
Tomate (KG)   R$ 3,50
Para acessar o preço de todos os 40 produtos divulgados pela cotação nacional dos preços do Prohort clique no link: http://www.prohort.conab.gov.br
Esta regulação é fundamental para garantir a qualidade do preço, evitando crimes contra a economia popular e valorizando o esforço e trabalho do homem do campo. 
Fonte:Henrique Pimenta | Seaf MT 
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.