Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


O Corinthians mostrou um futebol muito superior em relação ao apresentado no final de semana, dominou o Bragantino com uma grande apresentação do lado esquerdo do seu ataque e fez 2 a 0 sobre a equipe do interior paulista, com gols do lateral Sidcley e do volante Maycon, este em lindo chute de fora da área. Como havia perdido por 3 a 2 na ida, o Timão assegurou a passagem sem precisar da disputa de pênaltis.
Com o resultado, os corintianos agora têm dois treinamentos pela frente até encararem o São Paulo, no domingo, às 16h (de Brasília), em partida agendada para o estádio do Morumbi, que começa a disputa da semifinal do Campeonato Paulista deste ano. Pelo fato de o Alvinegro ter melhor campanha do que o rival, o duelo da volta está marcado para Itaquera, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília).
O Corinthians tentou pressionar desde o primeiro momento da partida, aproveitando a boa presença da torcida, mas parou em uma postura pouco defensiva do Bragantino. Mesmo com a vantagem adquirida no primeiro jogo, o time do interior paulista adiantou sua marcação e não deu espaço para a construção das jogadas, exigindo que os corintianos criassem espaços por meio de jogadas individuais.
A primeira delas foi de Clayson, que deu um drible por debaixo das pernas de Vitinho na ponta esquerda e abriu para Rodriguinho. A bola rodou até chegar em Mateus Vital, que serviu o próprio Clayson. O atacante girou facilmente sobre Lázaro e bateu de canhota, rente à trave direita. Pouco depois, Ralf driblou Fabiano e cruzou. A zaga afastou mal e Dutra, livre de marcação, chutou muito mal, por cima do gol.
Aproveitando-se do espaço razoável na frente da área, já que o Braga insistiu na marcação pressão, o Timão enfim conseguiu sair na frente. Ralf desceu pela direita e cruzou passe para Maycon, na entrada da área. O companheiro de marcação não conseguiu dominar, mas acabou transformando o lance em um lindo passe para Sidcley, que colocou na frente e bateu forte. A bola passou pelo goleiro Guilherme Mattis, tentando afastar, mandou para a rede aos 30 minutos.
A vantagem não intimidou o Braga, que quase empatou cinco minutos depois, em cabeçada de Matheus Peixoto, rente à trave de Cássio. Passado o susto, o Corinthians continuou no seu ritmo ofensivo e conseguiu ampliar o placar ainda antes do intervalo. Após Mantuan e Mateus Vital não conseguirem vencer a marcação na direita, Rodriguinho pegou a bola, trouxe para o meio e rolou para Maycon, da entrada da área, acertar o ângulo de Alex Alves e fazer o 2 a 0.
O segundo tempo começou com o Bragantino retornando à formação que atormentou os corintianos na etapa final do domingo, quando Ítalo substituiu Léo Jaime e deu um show de bola no lado direito da defesa, aproveitando-se justamente de Mantuan, titular nesta quinta. Quem manteve o domínio, no entanto, foi o time da casa, jogando no campo do adversário e desperdiçando muitas chances de ampliar o marcador.
O primeiro lance foi quando Dutra ganhou da zaga e a bola ficou para Rodriguinho, que chutou e a bola foi para escanteio. Na sequência, Maycon tabelou com Dutra e chutou forte. A bola desviou em Lázaro e Alex Alves fez bela defesa. evitando o terceiro tento corintiano. Sem a vantagem que acalmasse a torcida, no entanto, o Braga continuava à espera apenas de uma bola erguida na área para levar a decisão aos pênaltis.
Em bola alçada pela direita, ítalo cabeceou sem perigo, mas já deu um primeiro susto em Cássio. Aos 26 minutos, no entanto, veio a jogada mais perigosa. Após falta cometida pouco depois da linha do meio-campo, Vitinho não teve dúvidas em mandar os zagueiros para a área. O cruzamento foi bom e Lázaro ganhou da defesa corintiana, cabeceando próximo ao gol de Cássio, que nem se mexeu.
As chances continuaram surgindo em profusão para o Timão, atrapalhado pela falta de confiança de Júnior Dutra, errando passe simples na pequena área e não conseguindo fechar cruzamentos de Clayson. Carille ainda tentou uma investida final para os contra-ataques, acionando Pedrinho e Romero, mas o resultado ficou mesmo no 2 a 0.
Fonte: Gazeta Esportiva (foto: Gazeta Press/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.