Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


O Santos perdeu para o Real Garcilaso nesta quinta-feira, na altitude de 3.400 metros em Cusco, no Peru, pela estreia na Libertadores da América. Pelo número de chances criadas pelos donos da casa, o 2 a 0 ficou barato.
O Garcilaso dominou o jogo desde o princípio e abriu o placar logo aos sete minutos, com gol de Vidales. O Santos teve chance para empatar, com Gabigol, e depois apenas sofreu até o intervalo. Na segunda etapa, o cenário foi mantido. O Peixe poderia ter empatado em chute de Vecchio, mas foi tão exigido a ponto de poder ser goleado. Vanderlei fez ótimas defesas e só não evitou o golaço de Ramúa, de fora da área, aos 44.
Depois da largada ruim, o Santos enfrentará o Corinthians neste domingo, às 17h (de Brasília), no Pacaembu, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Pela Libertadores, o Peixe jogará contra o Nacional-URU, no dia 15, também no Pacaembu. O Real Garcilaso visitará o Estudiantes-ARG, no dia 14.
O primeiro tempo do Santos em Cusco foi para ser esquecido. Quase tudo deu errado e o Real Garcilaso dominou os 45 minutos iniciais. O 1 a 0 no intervalo ficou barato.
Os peruanos pressionaram desde o início e abriram placar já aos 7, quando Santillán passou facilmente por Daniel Guedes, David Braz não cortou e Jean Mota deixou Vidales antecipar no segundo pau para marcar.
O Peixe poderia ter melhorado a sua situação aos 16, quando Vecchio acertou um de seus poucos passes para Sasha rolar e Gabigol, sem goleiro, chutar fraco para a defesa afastar em cima da linha. De ali em diante, foi um sufoco.
O alvinegro perdeu quase todas pelo alto, sofreu com chutes de fora da área e Vanderlei foi, como de costume, decisivo. O meio-campo inexistiu com Renato e Vecchio e foi salvo por Alison. Copete foi o pior.
O Santos só voltou ao assustar no último lance, em falta de longe cobrada por Jean Mota. A bola passou perto da trave direita de Morales. O apito do árbitro foi um alívio.
E o enredo no segundo tempo não foi alterado. Logo aos dois minutos, Vanderlei fez mais uma bela defesa em chute de Ramúa, garçom e melhor jogador do Garcilaso.
Aos oito minutos, o Peixe teve a segunda grande chance de empatar. Eduardo Sasha tabelou com Daniel Guedes e tocou para Vecchio, da entrada da área, sozinho, chutar por cima do gol.
A reação, porém, foi só um esboço. Os donos da casa continuaram em cima, principalmente com finalizações de longe. Vanderlei seguiu trabalhando durante todo o tempo.
Na segunda metade da etapa final, o Santos não teve forças para reagir. Jair tentou mudar o cenário com Arthur Gomes, Vitor Bueno e Rodrygo, mas não deu certo. O Garcilaso conseguiu administrar o resultado e ainda fez o segundo gol aos 44 minutos, em lindo chute de Ramúa de fora da área, aos 44 minutos. Com o resultado positivo, os peruanos assumem a liderança do Grupo 6.
Fonte: Gazeta Esportiva (foto: Cris Bouroncle/AFP)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.