Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A EDP Energias do Brasil conseguiu antecipar, nos últimos anos, as obras das usinas Cachoeira Caldeirão, São Manoel e Santo Antonio do Jari. Apenas a antecipação de São Manoel rendeu uma receita extra de cerca de R$ 30 milhões à companhia em dezembro. "A expectativa que temos é que os bons resultados que tivemos em geração sejam trazidos para transmissão", disse o presidente da companhia, Miguel Setas.
Em 27 de janeiro deste ano, foi realizada a descida do rotor da turbina da quarta unidade geradora. Com 548 toneladas e 9,75 metros de diâmetro, o conjunto Kaplan é um dos maiores do mundo em dimensão. O rotor é a parte da turbina que tem contato direto com a água e é responsável pela movimentação do rotor do gerador.
De acordo com Rodrigo Calixto, superintendente de Empreendimentos de Geração de Furnas, a descida da Árvore Kaplan da última unidade geradora da usina de São Manoel é mais um marco na construção do empreendimento. Segundo ele, o próximo passo é descer o rotor gerador e, posteriormente, fechar a máquina para iniciar a fase de testes a seco e com água. A montagem sempre foi um grande desafio de logística por conta das distâncias, mas agora falta pouco para finalizar essa etapa da implantação.
Localizada entre os municípios de Jacareacanga, no Pará, e Paranaíta, no Mato Grosso, a hidrelétrica conta com quatro unidades geradoras tipo Kaplan de 175 MW cada, totalizando 700 MW de capacidade instalada, o que representa energia suficiente para abastecer uma cidade com 2,5 milhões habitantes. A usina é construída pela Sociedade de Propósito Específico São Manoel Energia, formada por Furnas, EDP do Brasil e CTG Brasil.
Fonte: Jose lucio junqueira/Nativa News
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.