Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O principal suspeito de matar, com dois tiros de espingarda, Lucivania Maria da Silva, 32 anos, em abril do ano passado, em Santa Carmem (35 quilômetros de Sinop) irá a júri popular esta semana em Sinop. A sessão está marcada para as 8h30, na quinta-feira (12).
O réu aguarda preso o julgamento. Perante aos jurados, responderá por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e contra a mulher por razões de condição do sexo feminino (feminicídio).
O réu já teve negados dois pedidos de revogação da prisão preventiva, o último no ano passado. Segundo informações da Polícia Militar, o homem, de 40 anos, teria deixado o município após o crime, porém, retornou para pegar alguns pertences. Quando se dirigia para uma região de fazendas, acabou preso.
Um sargento da Polícia Militar disse, ao Só Notícias, que o suspeito se manteve quase o tempo todo calado. Nas poucas vezes que falou, afirmou ter flagrado conversas no aplicativo “WhatsApp” do celular da esposa e desconfiava de uma suposta traição.
Conforme Só Notícias já informou, a mulher foi assassinada com um tiro, em casa, na rua Afonso Martins, no centro de Carmem. O crime foi presenciado pelos três filhos dela. A PM também informou que, dias antes, o marido havia deixado o presídio sinopense depois de ficar preso por sete dias por enquadramento na Lei Maria da Penha.
Lucivania foi sepultada em Santa Carmem.
Fonte: Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/Diego Oliveira)
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.