Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Na noite dessa ultima quinta-feira (5), um caminhão carregado de gado caiu de uma ponte do córrego Águas Claras, na MT 170  que dá acesso entre os municípios de Juruena a Cotriguaçu.

O veículo transportava os animais de uma propriedade rural da localidade para um frigorifico da região, quando ao passar pela ponte a mesma não suportou o peso e cedeu, caindo na água com o caminhão carregado com animais preso em sua gaiola.

De acordo informação 20 animais morreram no local, uma retroescavadeira foi usada para retiradas dos animais e do caminhão.



Essa ponte do córrego Águas Claras  fica localizada na MT 170, trecho 60 quilômetros que foi inaugurado em setembro de 2017, pelo Governador Pedro Taques e comitiva. Na ocasião, o governador vistoriou a ponte de madeira, onde garantiu aos presentes, em um prazo de 40 dias a ponte estaria concluída, feita de concreto.  


Nessa mesma ponte, já  foi registrado outro acidente, em fevereiro de 2017, onde duas vítimas vieram óbito, sendo uma criança, de 3 anos e condutor do veículo


Em entrevista  ao portal, o vereador Diogo Orben, disse que está  preocupado,  pois recebeu  ligação de empresário que transporta seus produtos toras em madeira que esta com medo de colocar seus caminhões, pois são caminhões grande e não sabemos se a ponte suporta o peso  e sua empresa necessita da matéria prima para continuar funcionando,  isso nos preocupa, disse o empresario ao parlamentar.

Orben destacou ainda, a nossa região a base florestal,  pecuária e o leite  são o gargalo que movimenta nossa economia, essa ponte da acesso entre o municípios de Juruena e Cotriguaçu, que toda produção passa por ela.

Um  motorista que não quis se identificar,  disse que parece  que o Governador está esperando as eleições de outubro para ver a satisfação da população da região noroeste, lembrou ainda, esse povo aqui tá esquecido finaliza o motorista.

Fonte: DN Noticias

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.